o carapuceiro



A PELEJA DOS XIFÓPAGOS

Eram irmãos siameses, xifópagos, unidos pelo tórax. Os gostos, porém, eram díspares. Virgílio, fino, leu James Joyce, essas coisas, antes mesmo de se despedir do primeiro dente de leite. Camilo José, ingênuo e cândido, era viciado em histórias de príncipes, auto-ajuda e Paulo Coelho. Virgílio agüentou, de forma resignada, até a leitura, normalmente em voz alta, de “Veronika Decide Morrer.” Até que o coro grego anunciou a tragédia. Na cena de sexo do “11 Minutos”, outro best-seller do mago, Virgílio tentou desvencilhar-se a todo custo, chegando inclusive a ferir-se no embate. Passaram a viver, dali por diante,como cão e gato inseparáveis. Certo dia, senhores, em bravo duelo sonâmbulo, Virgílio alvejou, à queima roupa _embora a contragosto, não apreciava esteticamente o assassinato de tão perto_ Camilo com um tiro na perna. Deram entrada no nosocômio, deu polícia. Condenado sumariamente, havia uma estupenda dúvida jurídica: é justo Virgílio, pobre vítima, ser obrigado a pagar a mesma pena? Consultaram todos os alfarrábios para farejar alguma jurisprudência. Não havia caso do gênero em toda a esfera. Enquanto o tribunal superior não se manifesta, estão lá, Vírgilio e Camilo José, dividindo o mesmo corpo, mesmo infortúnio, a mesma cela.     

 [*um dos episódios do conto "O Homem que odiava os livros", da coletânea "Dentro de um livro", ed.Casa da Palavra, Rio, lançado esta semana]



Escrito por xico sá às 17h09
[   ] [ envie esta mensagem ]




CATECISMO DE DEVOÇÕES, INTIMIDADES & PORNOGRAFIAS [PARTE XX]

“A mulher amada/ quando mija/ é so refresquinho/ de graviola” [Marcelo Mário de Melo, escriba pernambucano]

 

tudo é lindo na mulher amada, melhor ainda os cheiros fortes, fedores e sujeirinhas da mulher amada, o suorzinho das axilas da mulher amada, quase uma bucetinha a mais as axilas da mulher amada, meu deus, lá está a danada, sob o solzão veranico se derrete a mulher amada, gosto de apreciar a merdinha bem esculpida da mulher amada, tão minha e tão íntima, o suorzinho de todas as juntas e dobradiças, ali debaixo do joelho, eu quero,  e quando a perna dobra, o salzinho sobre ozolhos quando a gente beija, o pescocinho suado, lindamente grudento,  por favor, amigos do comércio, não vendam desodorantes à mulher amada, não vendam arcondicionados, não refresquem a costela amada, tudo é perfume  francês na mulher amada, o mijo é licorzinho dos deuses, sob o céu que nos protege, golden shower que traz bonança, sustança, chega meu rosto sertões-vereda refloresce, os pássaros cantam na caixa torácica, derrama, derrama, derrama, amor da porra a descer pela perna esquerda, da mulher amada, lambuzamentos que encobrem as feridas doutrora, tudo lindo a escorrer,  farejo todos os cheiros da danada, o olho do cuzinho, velho bataille, é lirismo só, rapaz, exala o sentido da vida e mais um pouco, resume o mundo, guarda os segredos dela inteira, mulher é metonímia, cada partezinha uma giganta [d´àpres baudelaire], ali, sim, no cuzinho, again, está o silêncio mais lindo da mulher amada, donde tudo é lindo, tudo é sorte, tudo delírio, o cuzinho em flor da mulher amada, coxas, o pezinho sujo nas havaianas, poeira das ruas, marcas, cerimônia do lava-pés da mulher amada, lambendo os dedinhos, descoberta dos segredos dos seus passos, direito de ir e vir entre seus rins, como na canção, assim assim como na vida, agora o cheiro da foda por toda a casa, a atrair os pássaros lá de fora, que encontram os pássaros da caixa torácica, que, como a capa da música do Rei, assistem a tudo e não dizem nada, tudo é lindo e belamente dramático na foda, mecânica da carne que se enrosca, o pau come até a alma, paudurescência ad infinitum, o amor é mesmo o viagra do espírito.


FARRA LÍTERO-PROFANA EM CAMPINAS - povo foda e generoso do Espaço Garagem, rua Duque de Caxias, 524, faz hoje, a partir das 19h, festa-relançamento das minhas "sobras completas", celebrando a vinda da 3ª edição de "Modos de Macho & Modinhas de Fêmea" (ed. record) e o que restou da "Divina Comédia da Fama" (ed. Objetiva). Nas picapes: djs Peixe Vinil e Bit.Cho.



Escrito por xico sá às 13h35
[   ] [ envie esta mensagem ]




ABSINTO OU UM FADO COM NICK CAVE

 da cor das lentes dos meus óculos verdes o absinto _original, espirituoso, como escrito no rótulo_ que os amigos terron & bel  me trouxeram da curva do rio tejo.

bebo lentamente a garrafa, para enxugar o desassossego, para invocar sá-carneiro e a sua ponte do tédio entre ele & o outro, bebo para celebrar as quedas e por amor desesperado aos trôpegos. meus óculos de absinto cada lente é uma roda de imaginária bicicleta bêbada tentando andar no fundo do cálice. e que coincidência, amigos de belas noites e tranqueiras: no dia em que a garrafa pousou na minha sorte, ela estava a mudar-se, malas e cuias, para os ares lisboetas...

há uma canção no fundo da garrafa desse absinto, destampo-a, ela salta: algo como nick cave cantando um fado.

 há um desespero na minha dança.

fome de viver da gota!

ela, cabelos feito algas marinhas, bóia no fundo da garrafa verde. as sobrancelhas espessas e cheias de dúvidas.

bebo a morte amorosa aos poucos, aos poucos, aos poucos.  

 

 



Escrito por xico sá às 23h26
[   ] [ envie esta mensagem ]




EU VEJO FLORES EM VOCÊ

 

Adoro imitar david bowie e comer flores em cercas & festas, fome de viver, como agora no aniversário de estrela. Umas 20 flores  vermelhas no estômago e 30 rosas amarelas, como as do cabelo da fê, olha lá mr. coelho-de-alice, visse!, num sou de sair de casa para fingir que existo qual gente-isopor que se mata apenas pelo trabalho e vai morrer por isso com muito gelo n´alma e bajulice, sebosa soul, cool que só vendo, dinheiro em forma de vermes neoliberais a roer o esqueleto, prefiro um ensaio de amor, uma suruba-lounge, a mesma rosa amarela de capiba, junio barreto & carlos pena filho, ah, o lirismo, fudeu, e quero ver quem vai ser mais rico do que eu quando o caixão descer, quando o forno cremar, quando a vela acender no velório do notório, quero ver o narcisismo derretendo nas mãos dos piedosos cristãos ou dos salvadores judeus, sejam mendigos ou banqueiros, adoro os mortos cheios de dinheiro. FUDEUS. Graças a zeus, quero ver qualé o bom, a boa, quando as ilusões perdidas forem cremadas e restar apenas eu e o velho Flaubert a zombar de todos nas crendices da madrugada.

 



Escrito por xico sá às 05h19
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]




 

Histórico
  17/06/2012 a 23/06/2012
  24/07/2011 a 30/07/2011
  19/12/2010 a 25/12/2010
  28/11/2010 a 04/12/2010
  21/11/2010 a 27/11/2010
  24/10/2010 a 30/10/2010
  17/10/2010 a 23/10/2010
  03/10/2010 a 09/10/2010
  26/09/2010 a 02/10/2010
  29/08/2010 a 04/09/2010
  22/08/2010 a 28/08/2010
  15/08/2010 a 21/08/2010
  08/08/2010 a 14/08/2010
  01/08/2010 a 07/08/2010
  11/07/2010 a 17/07/2010
  04/07/2010 a 10/07/2010
  20/06/2010 a 26/06/2010
  06/06/2010 a 12/06/2010
  30/05/2010 a 05/06/2010
  23/05/2010 a 29/05/2010
  16/05/2010 a 22/05/2010
  09/05/2010 a 15/05/2010
  02/05/2010 a 08/05/2010
  25/04/2010 a 01/05/2010
  11/04/2010 a 17/04/2010
  04/04/2010 a 10/04/2010
  28/03/2010 a 03/04/2010
  21/03/2010 a 27/03/2010
  07/03/2010 a 13/03/2010
  28/02/2010 a 06/03/2010
  21/02/2010 a 27/02/2010
  14/02/2010 a 20/02/2010
  07/02/2010 a 13/02/2010
  31/01/2010 a 06/02/2010
  24/01/2010 a 30/01/2010
  17/01/2010 a 23/01/2010
  13/12/2009 a 19/12/2009
  06/12/2009 a 12/12/2009
  29/11/2009 a 05/12/2009
  22/11/2009 a 28/11/2009
  15/11/2009 a 21/11/2009
  08/11/2009 a 14/11/2009
  01/11/2009 a 07/11/2009
  25/10/2009 a 31/10/2009
  18/10/2009 a 24/10/2009
  11/10/2009 a 17/10/2009
  04/10/2009 a 10/10/2009
  27/09/2009 a 03/10/2009
  20/09/2009 a 26/09/2009
  13/09/2009 a 19/09/2009
  06/09/2009 a 12/09/2009
  30/08/2009 a 05/09/2009
  23/08/2009 a 29/08/2009
  16/08/2009 a 22/08/2009
  09/08/2009 a 15/08/2009
  02/08/2009 a 08/08/2009
  26/07/2009 a 01/08/2009
  19/07/2009 a 25/07/2009
  12/07/2009 a 18/07/2009
  05/07/2009 a 11/07/2009
  28/06/2009 a 04/07/2009
  21/06/2009 a 27/06/2009
  14/06/2009 a 20/06/2009
  07/06/2009 a 13/06/2009
  31/05/2009 a 06/06/2009
  24/05/2009 a 30/05/2009
  17/05/2009 a 23/05/2009
  10/05/2009 a 16/05/2009
  03/05/2009 a 09/05/2009
  26/04/2009 a 02/05/2009
  19/04/2009 a 25/04/2009
  12/04/2009 a 18/04/2009
  05/04/2009 a 11/04/2009
  29/03/2009 a 04/04/2009
  22/03/2009 a 28/03/2009
  15/03/2009 a 21/03/2009
  08/03/2009 a 14/03/2009
  01/03/2009 a 07/03/2009
  22/02/2009 a 28/02/2009
  15/02/2009 a 21/02/2009
  08/02/2009 a 14/02/2009
  01/02/2009 a 07/02/2009
  25/01/2009 a 31/01/2009
  18/01/2009 a 24/01/2009
  11/01/2009 a 17/01/2009
  14/12/2008 a 20/12/2008
  07/12/2008 a 13/12/2008
  30/11/2008 a 06/12/2008
  23/11/2008 a 29/11/2008
  16/11/2008 a 22/11/2008
  09/11/2008 a 15/11/2008
  02/11/2008 a 08/11/2008
  26/10/2008 a 01/11/2008
  19/10/2008 a 25/10/2008
  12/10/2008 a 18/10/2008
  05/10/2008 a 11/10/2008
  28/09/2008 a 04/10/2008
  21/09/2008 a 27/09/2008
  14/09/2008 a 20/09/2008
  07/09/2008 a 13/09/2008
  31/08/2008 a 06/09/2008
  24/08/2008 a 30/08/2008
  17/08/2008 a 23/08/2008
  10/08/2008 a 16/08/2008
  03/08/2008 a 09/08/2008
  27/07/2008 a 02/08/2008
  20/07/2008 a 26/07/2008
  13/07/2008 a 19/07/2008
  06/07/2008 a 12/07/2008
  29/06/2008 a 05/07/2008
  22/06/2008 a 28/06/2008
  15/06/2008 a 21/06/2008
  08/06/2008 a 14/06/2008
  01/06/2008 a 07/06/2008
  25/05/2008 a 31/05/2008
  18/05/2008 a 24/05/2008
  11/05/2008 a 17/05/2008
  04/05/2008 a 10/05/2008
  27/04/2008 a 03/05/2008
  20/04/2008 a 26/04/2008
  13/04/2008 a 19/04/2008
  06/04/2008 a 12/04/2008
  30/03/2008 a 05/04/2008
  23/03/2008 a 29/03/2008
  16/03/2008 a 22/03/2008
  09/03/2008 a 15/03/2008
  02/03/2008 a 08/03/2008
  24/02/2008 a 01/03/2008
  17/02/2008 a 23/02/2008
  10/02/2008 a 16/02/2008
  03/02/2008 a 09/02/2008
  27/01/2008 a 02/02/2008
  20/01/2008 a 26/01/2008
  13/01/2008 a 19/01/2008
  06/01/2008 a 12/01/2008
  16/12/2007 a 22/12/2007
  09/12/2007 a 15/12/2007
  02/12/2007 a 08/12/2007
  25/11/2007 a 01/12/2007
  18/11/2007 a 24/11/2007
  11/11/2007 a 17/11/2007
  04/11/2007 a 10/11/2007
  28/10/2007 a 03/11/2007
  21/10/2007 a 27/10/2007
  14/10/2007 a 20/10/2007
  07/10/2007 a 13/10/2007
  30/09/2007 a 06/10/2007
  23/09/2007 a 29/09/2007
  16/09/2007 a 22/09/2007
  09/09/2007 a 15/09/2007
  02/09/2007 a 08/09/2007
  26/08/2007 a 01/09/2007
  19/08/2007 a 25/08/2007
  12/08/2007 a 18/08/2007
  05/08/2007 a 11/08/2007
  29/07/2007 a 04/08/2007
  22/07/2007 a 28/07/2007
  15/07/2007 a 21/07/2007
  08/07/2007 a 14/07/2007
  01/07/2007 a 07/07/2007
  24/06/2007 a 30/06/2007
  17/06/2007 a 23/06/2007
  10/06/2007 a 16/06/2007
  03/06/2007 a 09/06/2007
  27/05/2007 a 02/06/2007
  20/05/2007 a 26/05/2007
  13/05/2007 a 19/05/2007
  06/05/2007 a 12/05/2007
  29/04/2007 a 05/05/2007
  22/04/2007 a 28/04/2007
  15/04/2007 a 21/04/2007
  08/04/2007 a 14/04/2007
  01/04/2007 a 07/04/2007
  25/03/2007 a 31/03/2007
  18/03/2007 a 24/03/2007
  11/03/2007 a 17/03/2007
  04/03/2007 a 10/03/2007
  25/02/2007 a 03/03/2007
  18/02/2007 a 24/02/2007
  11/02/2007 a 17/02/2007
  04/02/2007 a 10/02/2007
  28/01/2007 a 03/02/2007
  21/01/2007 a 27/01/2007
  14/01/2007 a 20/01/2007
  07/01/2007 a 13/01/2007
  31/12/2006 a 06/01/2007
  17/12/2006 a 23/12/2006
  10/12/2006 a 16/12/2006
  03/12/2006 a 09/12/2006
  26/11/2006 a 02/12/2006
  19/11/2006 a 25/11/2006
  12/11/2006 a 18/11/2006
  05/11/2006 a 11/11/2006
  29/10/2006 a 04/11/2006
  22/10/2006 a 28/10/2006
  15/10/2006 a 21/10/2006
  08/10/2006 a 14/10/2006
  01/10/2006 a 07/10/2006
  24/09/2006 a 30/09/2006
  17/09/2006 a 23/09/2006
  10/09/2006 a 16/09/2006
  03/09/2006 a 09/09/2006
  27/08/2006 a 02/09/2006
  20/08/2006 a 26/08/2006
  13/08/2006 a 19/08/2006
  06/08/2006 a 12/08/2006
  30/07/2006 a 05/08/2006
  23/07/2006 a 29/07/2006
  16/07/2006 a 22/07/2006
  09/07/2006 a 15/07/2006
  02/07/2006 a 08/07/2006
  25/06/2006 a 01/07/2006
  18/06/2006 a 24/06/2006
  11/06/2006 a 17/06/2006
  04/06/2006 a 10/06/2006
  28/05/2006 a 03/06/2006
  21/05/2006 a 27/05/2006
  14/05/2006 a 20/05/2006
  07/05/2006 a 13/05/2006
  30/04/2006 a 06/05/2006
  23/04/2006 a 29/04/2006
  16/04/2006 a 22/04/2006
  09/04/2006 a 15/04/2006
  02/04/2006 a 08/04/2006
  26/03/2006 a 01/04/2006
  19/03/2006 a 25/03/2006
  12/03/2006 a 18/03/2006
  05/03/2006 a 11/03/2006
  26/02/2006 a 04/03/2006
  19/02/2006 a 25/02/2006
  12/02/2006 a 18/02/2006
  05/02/2006 a 11/02/2006
  29/01/2006 a 04/02/2006
  22/01/2006 a 28/01/2006
  15/01/2006 a 21/01/2006
  08/01/2006 a 14/01/2006
  01/01/2006 a 07/01/2006
  25/12/2005 a 31/12/2005
  18/12/2005 a 24/12/2005
  11/12/2005 a 17/12/2005
  04/12/2005 a 10/12/2005
  27/11/2005 a 03/12/2005
  20/11/2005 a 26/11/2005
  13/11/2005 a 19/11/2005
  06/11/2005 a 12/11/2005
  30/10/2005 a 05/11/2005
  23/10/2005 a 29/10/2005
  16/10/2005 a 22/10/2005
  09/10/2005 a 15/10/2005
  02/10/2005 a 08/10/2005
  25/09/2005 a 01/10/2005
  18/09/2005 a 24/09/2005
  11/09/2005 a 17/09/2005
  04/09/2005 a 10/09/2005
  28/08/2005 a 03/09/2005
  21/08/2005 a 27/08/2005
  14/08/2005 a 20/08/2005
  07/08/2005 a 13/08/2005
  31/07/2005 a 06/08/2005
  24/07/2005 a 30/07/2005
  17/07/2005 a 23/07/2005
  10/07/2005 a 16/07/2005
  03/07/2005 a 09/07/2005
  26/06/2005 a 02/07/2005
  19/06/2005 a 25/06/2005
  12/06/2005 a 18/06/2005
  05/06/2005 a 11/06/2005
  29/05/2005 a 04/06/2005
  22/05/2005 a 28/05/2005
  15/05/2005 a 21/05/2005
  08/05/2005 a 14/05/2005
  01/05/2005 a 07/05/2005
  24/04/2005 a 30/04/2005


Outros sites
  Editora do Bispo
  Blog da editora do bispo
  aurora boulevard, uma janela para o melhor da existência
  notasubmersas - mergulho en la isla encantada
  Sorte & Azar S/A
  La liga de la vesga y outros debujos incriibles
  balcan beat box & nikolai gogol bordelo
  Portunhol selvagem és mi pátria y mi lengua
  Doktor Estranho - pense!
  eraOdito, o homi, o mito, o kabrito, vale o escrito
  El Impostor y sus presídios de buelsillo
  jazz do interior by bombig
  sabe aquele cara do cheiro do ralo?
  scottlândia & otros darwinismos gauches
  Bortolotto, uiscão y raiban
Votação
  Dê uma nota para meu blog



O que é isto?