o carapuceiro



O QUE TEM NO COPO VERMELHO?*

“Decifra-me ou te devoro”, foi logo berrando a Esfinge, num grego das antigas, “o que tem no copo vermelho, meu filhooooooo?”

Eu mal escapara das garras dos tubarões de Boa Viagem, “benvindo ao Recife, na próxima te pego, meu nego”, dissera o monstro dos mares com seus dentes afiados capazes de fazer dos surfistas meras criaturas esquisitas sem pé nem cabeça _como uma história mal contada.

Aquela voz que saía de dentro do copo gigante e vermelho me deixava sem saída. Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come, prevalecia o adágio naquela manhã de 30 graus.

As ruas vazias, como se o copo gigante tivesse engolido a cidade. Havia um barulho de multidão dentro dele. Havia quase uma metrópole lá dentro, a sensação era essa.

O copo que bebeu a cidade.

Vejo algo como se fosse a ponta dos dedos de um mulher, unhas e mãos vermelhas, tentando sair do copázio. Pelo barulho, alguém tenta puxá-la pelos pés, como se dissesse: o copázio repete a vida lá fora, quando uma criatura tenta subir, vem alguém e lhe puxa a perna.

Agora ensaia-se o motim, percebe-se. Mas será por que somente as fêmeas tentam a fuga?

Tento ganhar tempo com a Esfinge. O tic-tac do relógio como num quiz show de auditório fuleiro.

Arrisco a minha cabeça quando avisto uma ex-afilhada de Balzac que põe só a cabeça de fora do copo. Havia rejuvenescido pelo menos umas duas décadas meia. De balzaquiana a rapariga em flor. Mas quando ia respondendo, outro evento me choca: minha sobrinha Alice, de seis anos, já portava lindos e maduros cabelos brancos.

Quando ia dizendo “é uma fon...”

Repensei. Não, não pode ser uma fonte da juventude depois do ocorrido com a Alice menina. É algo mais sofisticado em matéria de maquinaria do tempo. Parece o Castelo dos Cárpatos, de Julio Verne... Ou seria a Ilha do Doutor Moreau habitada pelos homens invisíveis de G.H. Wells?

Não, certamente não seria tão óbvio, muito menos estaria ligado tal copo a livros fantásticos ou sonhos.

Uma arte de Duchamp ressuscitado? Nem de perto.

A brisa marinha, num pitaco dos deuses, assobia-me uma canção que ouvi há muito no rádio. Epa. Tá quente.

O relógio marcava os últimos segundos possíveis para a resposta.

Arrisco, dona Esfinge: é sempre bom lembrar que um copo vazio está cheio de ar!

Ufa! Escapei de mais essa! A Esfinge recolhe a sua bocarra de caninos brancos. De lambuja, ainda faço uma graça à moda de Gertrude Stein: o copo vermelho é apenas um copo vermelho, um copo vermelho, um copo vermelho.

*Este texto foi produzido especialmente para a ação O que tem no copo vermelho? www.oquetemnocopovermelho.com.br

 



Escrito por xico sá às 12h38
[   ] [ envie esta mensagem ]




COM O REI POR MARES NUNCA DANTES

Sim, estive com o Rei. Não poderia esconder de vocês essa bela aventura. Aventura sim senhor. Não estive com o Rei num lugar qualquer. O encontro deu-se em alto mar, num cruzeiro pelo Atlântico, costas do Rio e de São Paulo.

O Rei está muito bem, mandou lembranças, obrigado, praticamente livre do seu TOC, o transtorno obsessivo compulsivo que tanto perturbou o seu juízo. O Rei faz uma chapinha besta para eliminar os caracóis dos seus cabelos.

Faz e assume.

As afilhadas de Balzac vão à loucura quando o Rei aparece. As lindas vovôs gritam histéricas como as mais gasguitas das ninfetas. Mulher é tudo louca, sopra a brisa chamada Lacan. 

As canções que você fez pra mim.

Eu te proponho, nós nos amarmos...

Se um outro cabeludo aparecer...

Vou cavalgar por toda a noite...

As flores do jardim da nossa casa...

Meu cachorro me sorriu latindo...

Vista a roupa meu bem, e vamos nos casar...

Quem nunca deu aquele amasso no portão ao som do Rei?

Quem nunca lavou o carro no domingão, suburbanos corações, ao som do disco novo do Rei?

Quando, você se separou de mim, quase a minha vida teve fim... Chorei!

Acompanhei Roberto para uma reportagem da revista “Trip” que está nas bancas. Corra, Lola, corra, que já está esgotando. Se perder, apareça, te dou a minha. 

O importante é que emoções eu vivi.

Até a Lady Laura, a mãe do Rei, eu conheci de perto. “Me leva pra casa, Lady Laura, me conta uma história, Lady Laura”.

Só lembrava de Maria do Socorro, a minha mãe, brava sertaneja. Um dia a levo num cruzeiro. Eta marzão!

Perguntei ao Rei: Amor só de mãe?!

Claro que não, disse, com aquela risada, bicho, de sempre.

O inimitável Roberto.

Um colega perguntou sobre sexo. “É importante, bicho”, lacônico, e de novo aquela risadinha de todos os tempos.

Até “negro gato” Roberto cantou no show do transatlântico.

Com o Rei pelos mares nunca dantes.

Eu tenho tanto para lhe falar, mas com palavras não sei dizer, como é grande o meu amor por você!

O Rei aparecia a madrugada no cassino. Caça níquel. Bati o Rei na roleta.

E sabe quem também estava com ele, o Miele, lembram? Foi mestre de cerimônias de um karaokê com as canções do Roberto. Também fez o seu showzinho de velhas piadas e muita bossa.

Não adianta nem tentar me esquecer...

É, amigo Pasquale, os erros tantos do meu português ruim.

O importante é que ereções eu viviiiiii!



Escrito por xico sá às 20h11
[   ] [ envie esta mensagem ]




A SHERAZADE DA AUGUSTA FINALMENTE LEVA O MAR DE HISTÓRIAS AO SERTÃO -É O FIM

 Sherazade diz “vamos simbora que o novelo acabou, sete homens, sete capítulos, sete noites subtraídas de mil e uma”, entra num táxi e começa a contar a história do seu ultimo gozo, como o coração dele batia, o pulso, a tatuagem de Corto Maltese nas costas, homem forte, a viagem, e conta com tal suspense e gosto que ao chegar ao destino o taxista diz “ah não, me conta mais, num pára, agora não, pelo amor de Deus, me conta”, e segue com o auto pela pista afora, sem destino, só para ouvi-la, ela narra a do homem que de tanto amar se transforma no gênio da lâmpada tão-somente para fazer todos os gostos e desejos da amada, ela conta do outro cabrón que virou jardineiro só para cultivar as próprias flores que levaria todos os domingos para a amada _ele não via sentido em deixar outros homens tocar em nada, terra, estrume, borboletas, que encantasse a sua moça!_, ela conta do rapaz que furou os seus próprios olhos depois de ter gastado os olhos com a coisa mais linda da sua vida, a nova amada, ela conta, ela conta, e o auto larga-se na cosmopista entre o sonho e a vida, ela embeleza tanto aquele homem forte ao volante que o vê como pássaro a voar como delicadíssimo passarinho, “ah o poder infinito das narrativas”, ela ri ao vento, com um certo orgulho, e o auto num pára mais nunca, já já atravessará os desertos, o São Francisco, o raso da Catarina, os rastros de Lampião, o recôncavo já se foi, ali na frente a Pedra Bonita, mais adiante o Recife, a nova Amsterdã, a rua da Aurora, e sobe a serra da russa, o cheiro de abacaxis e tristezas descascadas, passa por Bezerros, oficina de J. Borges, as máscaras dos papangus, carne de sol nos varais como as roupas das almas que vagam, o asfalto como testemunha e miragem, um derramamento de contos pelo agreste,  ai meu deus, a noite já cai sobre as cidadezinhas que dormem guardando seus homens de outras narrativas estrangeiras, as cidadezinhas sem nome, as histórias como gasolina da existência, e já já o azul desfocado dos olhos de Jorge Luis Borges choverá nos olhos do violeiro cego os labirintos do mar que o sertão tanto merece.



Escrito por xico sá às 01h17
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]




 

Histórico
  17/06/2012 a 23/06/2012
  24/07/2011 a 30/07/2011
  19/12/2010 a 25/12/2010
  28/11/2010 a 04/12/2010
  21/11/2010 a 27/11/2010
  24/10/2010 a 30/10/2010
  17/10/2010 a 23/10/2010
  03/10/2010 a 09/10/2010
  26/09/2010 a 02/10/2010
  29/08/2010 a 04/09/2010
  22/08/2010 a 28/08/2010
  15/08/2010 a 21/08/2010
  08/08/2010 a 14/08/2010
  01/08/2010 a 07/08/2010
  11/07/2010 a 17/07/2010
  04/07/2010 a 10/07/2010
  20/06/2010 a 26/06/2010
  06/06/2010 a 12/06/2010
  30/05/2010 a 05/06/2010
  23/05/2010 a 29/05/2010
  16/05/2010 a 22/05/2010
  09/05/2010 a 15/05/2010
  02/05/2010 a 08/05/2010
  25/04/2010 a 01/05/2010
  11/04/2010 a 17/04/2010
  04/04/2010 a 10/04/2010
  28/03/2010 a 03/04/2010
  21/03/2010 a 27/03/2010
  07/03/2010 a 13/03/2010
  28/02/2010 a 06/03/2010
  21/02/2010 a 27/02/2010
  14/02/2010 a 20/02/2010
  07/02/2010 a 13/02/2010
  31/01/2010 a 06/02/2010
  24/01/2010 a 30/01/2010
  17/01/2010 a 23/01/2010
  13/12/2009 a 19/12/2009
  06/12/2009 a 12/12/2009
  29/11/2009 a 05/12/2009
  22/11/2009 a 28/11/2009
  15/11/2009 a 21/11/2009
  08/11/2009 a 14/11/2009
  01/11/2009 a 07/11/2009
  25/10/2009 a 31/10/2009
  18/10/2009 a 24/10/2009
  11/10/2009 a 17/10/2009
  04/10/2009 a 10/10/2009
  27/09/2009 a 03/10/2009
  20/09/2009 a 26/09/2009
  13/09/2009 a 19/09/2009
  06/09/2009 a 12/09/2009
  30/08/2009 a 05/09/2009
  23/08/2009 a 29/08/2009
  16/08/2009 a 22/08/2009
  09/08/2009 a 15/08/2009
  02/08/2009 a 08/08/2009
  26/07/2009 a 01/08/2009
  19/07/2009 a 25/07/2009
  12/07/2009 a 18/07/2009
  05/07/2009 a 11/07/2009
  28/06/2009 a 04/07/2009
  21/06/2009 a 27/06/2009
  14/06/2009 a 20/06/2009
  07/06/2009 a 13/06/2009
  31/05/2009 a 06/06/2009
  24/05/2009 a 30/05/2009
  17/05/2009 a 23/05/2009
  10/05/2009 a 16/05/2009
  03/05/2009 a 09/05/2009
  26/04/2009 a 02/05/2009
  19/04/2009 a 25/04/2009
  12/04/2009 a 18/04/2009
  05/04/2009 a 11/04/2009
  29/03/2009 a 04/04/2009
  22/03/2009 a 28/03/2009
  15/03/2009 a 21/03/2009
  08/03/2009 a 14/03/2009
  01/03/2009 a 07/03/2009
  22/02/2009 a 28/02/2009
  15/02/2009 a 21/02/2009
  08/02/2009 a 14/02/2009
  01/02/2009 a 07/02/2009
  25/01/2009 a 31/01/2009
  18/01/2009 a 24/01/2009
  11/01/2009 a 17/01/2009
  14/12/2008 a 20/12/2008
  07/12/2008 a 13/12/2008
  30/11/2008 a 06/12/2008
  23/11/2008 a 29/11/2008
  16/11/2008 a 22/11/2008
  09/11/2008 a 15/11/2008
  02/11/2008 a 08/11/2008
  26/10/2008 a 01/11/2008
  19/10/2008 a 25/10/2008
  12/10/2008 a 18/10/2008
  05/10/2008 a 11/10/2008
  28/09/2008 a 04/10/2008
  21/09/2008 a 27/09/2008
  14/09/2008 a 20/09/2008
  07/09/2008 a 13/09/2008
  31/08/2008 a 06/09/2008
  24/08/2008 a 30/08/2008
  17/08/2008 a 23/08/2008
  10/08/2008 a 16/08/2008
  03/08/2008 a 09/08/2008
  27/07/2008 a 02/08/2008
  20/07/2008 a 26/07/2008
  13/07/2008 a 19/07/2008
  06/07/2008 a 12/07/2008
  29/06/2008 a 05/07/2008
  22/06/2008 a 28/06/2008
  15/06/2008 a 21/06/2008
  08/06/2008 a 14/06/2008
  01/06/2008 a 07/06/2008
  25/05/2008 a 31/05/2008
  18/05/2008 a 24/05/2008
  11/05/2008 a 17/05/2008
  04/05/2008 a 10/05/2008
  27/04/2008 a 03/05/2008
  20/04/2008 a 26/04/2008
  13/04/2008 a 19/04/2008
  06/04/2008 a 12/04/2008
  30/03/2008 a 05/04/2008
  23/03/2008 a 29/03/2008
  16/03/2008 a 22/03/2008
  09/03/2008 a 15/03/2008
  02/03/2008 a 08/03/2008
  24/02/2008 a 01/03/2008
  17/02/2008 a 23/02/2008
  10/02/2008 a 16/02/2008
  03/02/2008 a 09/02/2008
  27/01/2008 a 02/02/2008
  20/01/2008 a 26/01/2008
  13/01/2008 a 19/01/2008
  06/01/2008 a 12/01/2008
  16/12/2007 a 22/12/2007
  09/12/2007 a 15/12/2007
  02/12/2007 a 08/12/2007
  25/11/2007 a 01/12/2007
  18/11/2007 a 24/11/2007
  11/11/2007 a 17/11/2007
  04/11/2007 a 10/11/2007
  28/10/2007 a 03/11/2007
  21/10/2007 a 27/10/2007
  14/10/2007 a 20/10/2007
  07/10/2007 a 13/10/2007
  30/09/2007 a 06/10/2007
  23/09/2007 a 29/09/2007
  16/09/2007 a 22/09/2007
  09/09/2007 a 15/09/2007
  02/09/2007 a 08/09/2007
  26/08/2007 a 01/09/2007
  19/08/2007 a 25/08/2007
  12/08/2007 a 18/08/2007
  05/08/2007 a 11/08/2007
  29/07/2007 a 04/08/2007
  22/07/2007 a 28/07/2007
  15/07/2007 a 21/07/2007
  08/07/2007 a 14/07/2007
  01/07/2007 a 07/07/2007
  24/06/2007 a 30/06/2007
  17/06/2007 a 23/06/2007
  10/06/2007 a 16/06/2007
  03/06/2007 a 09/06/2007
  27/05/2007 a 02/06/2007
  20/05/2007 a 26/05/2007
  13/05/2007 a 19/05/2007
  06/05/2007 a 12/05/2007
  29/04/2007 a 05/05/2007
  22/04/2007 a 28/04/2007
  15/04/2007 a 21/04/2007
  08/04/2007 a 14/04/2007
  01/04/2007 a 07/04/2007
  25/03/2007 a 31/03/2007
  18/03/2007 a 24/03/2007
  11/03/2007 a 17/03/2007
  04/03/2007 a 10/03/2007
  25/02/2007 a 03/03/2007
  18/02/2007 a 24/02/2007
  11/02/2007 a 17/02/2007
  04/02/2007 a 10/02/2007
  28/01/2007 a 03/02/2007
  21/01/2007 a 27/01/2007
  14/01/2007 a 20/01/2007
  07/01/2007 a 13/01/2007
  31/12/2006 a 06/01/2007
  17/12/2006 a 23/12/2006
  10/12/2006 a 16/12/2006
  03/12/2006 a 09/12/2006
  26/11/2006 a 02/12/2006
  19/11/2006 a 25/11/2006
  12/11/2006 a 18/11/2006
  05/11/2006 a 11/11/2006
  29/10/2006 a 04/11/2006
  22/10/2006 a 28/10/2006
  15/10/2006 a 21/10/2006
  08/10/2006 a 14/10/2006
  01/10/2006 a 07/10/2006
  24/09/2006 a 30/09/2006
  17/09/2006 a 23/09/2006
  10/09/2006 a 16/09/2006
  03/09/2006 a 09/09/2006
  27/08/2006 a 02/09/2006
  20/08/2006 a 26/08/2006
  13/08/2006 a 19/08/2006
  06/08/2006 a 12/08/2006
  30/07/2006 a 05/08/2006
  23/07/2006 a 29/07/2006
  16/07/2006 a 22/07/2006
  09/07/2006 a 15/07/2006
  02/07/2006 a 08/07/2006
  25/06/2006 a 01/07/2006
  18/06/2006 a 24/06/2006
  11/06/2006 a 17/06/2006
  04/06/2006 a 10/06/2006
  28/05/2006 a 03/06/2006
  21/05/2006 a 27/05/2006
  14/05/2006 a 20/05/2006
  07/05/2006 a 13/05/2006
  30/04/2006 a 06/05/2006
  23/04/2006 a 29/04/2006
  16/04/2006 a 22/04/2006
  09/04/2006 a 15/04/2006
  02/04/2006 a 08/04/2006
  26/03/2006 a 01/04/2006
  19/03/2006 a 25/03/2006
  12/03/2006 a 18/03/2006
  05/03/2006 a 11/03/2006
  26/02/2006 a 04/03/2006
  19/02/2006 a 25/02/2006
  12/02/2006 a 18/02/2006
  05/02/2006 a 11/02/2006
  29/01/2006 a 04/02/2006
  22/01/2006 a 28/01/2006
  15/01/2006 a 21/01/2006
  08/01/2006 a 14/01/2006
  01/01/2006 a 07/01/2006
  25/12/2005 a 31/12/2005
  18/12/2005 a 24/12/2005
  11/12/2005 a 17/12/2005
  04/12/2005 a 10/12/2005
  27/11/2005 a 03/12/2005
  20/11/2005 a 26/11/2005
  13/11/2005 a 19/11/2005
  06/11/2005 a 12/11/2005
  30/10/2005 a 05/11/2005
  23/10/2005 a 29/10/2005
  16/10/2005 a 22/10/2005
  09/10/2005 a 15/10/2005
  02/10/2005 a 08/10/2005
  25/09/2005 a 01/10/2005
  18/09/2005 a 24/09/2005
  11/09/2005 a 17/09/2005
  04/09/2005 a 10/09/2005
  28/08/2005 a 03/09/2005
  21/08/2005 a 27/08/2005
  14/08/2005 a 20/08/2005
  07/08/2005 a 13/08/2005
  31/07/2005 a 06/08/2005
  24/07/2005 a 30/07/2005
  17/07/2005 a 23/07/2005
  10/07/2005 a 16/07/2005
  03/07/2005 a 09/07/2005
  26/06/2005 a 02/07/2005
  19/06/2005 a 25/06/2005
  12/06/2005 a 18/06/2005
  05/06/2005 a 11/06/2005
  29/05/2005 a 04/06/2005
  22/05/2005 a 28/05/2005
  15/05/2005 a 21/05/2005
  08/05/2005 a 14/05/2005
  01/05/2005 a 07/05/2005
  24/04/2005 a 30/04/2005


Outros sites
  Editora do Bispo
  Blog da editora do bispo
  aurora boulevard, uma janela para o melhor da existência
  notasubmersas - mergulho en la isla encantada
  Sorte & Azar S/A
  La liga de la vesga y outros debujos incriibles
  balcan beat box & nikolai gogol bordelo
  Portunhol selvagem és mi pátria y mi lengua
  Doktor Estranho - pense!
  eraOdito, o homi, o mito, o kabrito, vale o escrito
  El Impostor y sus presídios de buelsillo
  jazz do interior by bombig
  sabe aquele cara do cheiro do ralo?
  scottlândia & otros darwinismos gauches
  Bortolotto, uiscão y raiban
Votação
  Dê uma nota para meu blog



O que é isto?