o carapuceiro



BREVIÁRIO MORAL PARA INICIAÇÃO À LEITURA

          

Ainda crente na máxima lobateana de que um país se faz mesmo com homens e livros -e muita capa dura,claro-, aproveitamos o crepúsculo das férias escolares para deixar alguns conselhos a esses moços, pobre moços, e às suas belas mães, óbvio, fabulosas afilhadas do velho Balzac.

E como são uns gabolas esse jovens leitores. Eles nos humilham a folhear o Finnegans Wake, o Aleph, o Rosa e tantos outros rizomas e grogotós.

Mal saem dos fraldas,  esses bravateadores mirins já enxergam o mundo através dos oculozinhos da prepotência. Por isso é que o velho Brás Cubas maldizia a possibilidade de deixar o seu legado em cima desse chão.

 Duvide sempre do caráter de um adulto que diz ter lido um clássico nos seus verdíssimos anos. Podemos estar diante de um carrasco, de um mentiroso dos mais épicos... ou de um maníaco refinado propriamente dito. A indumentária da retidão jamais se ajustará ao seu esqueleto, sempre impróprio ao corte & costura dos homens bons e aparentemente comuns.

 “Dito isto, acreditamos ter dito tudo”, como tingiam em seus papiros os respeitáveis senhores editorialistas de casa impressora secular da província de São Paulo. Cumpre-nos, todavia, completar o tanque no nosso breviário moral com algumas dicas até otimistas sobre o pendor literário precoce, resguardados, claro, todos os possíveis efeitos colaterais:

 

Escola de machos – A simples iniciação via Hemingway não assegura uma cota de testosterona até a madureza, mas faz tão bem para o crescimento quanto Calcigenol ou óleo de fígado de bacalhau. Vocês, pais e mestres, se orgulharão quando o pirralho sair por ai fisgando trutas, caçando pacas, tatus... mirando em rolas, codornas e juritis.

            A importância de ler Wilde- A simples iniciação pelo inventor de Dorian Gray também não garante que o seu filho dê em um homem sensível, um metrossexual, para usar a nomenclatura da moda. Mas é um grande começo. “O Fantasma de Canterville”, para meninos e meninas, é o indicado à guisa de debut.

Lição de anatomia Moby Dick? Vai fazer muito bem. Seu filho crescerá generoso com as mulheres mais cheinhas, as botterinhas, e não cairá nessa fábula das passarelas ossudas e semi-áridas –coisa muito mais para a baleia-cachorra do “Vidas Secas” do velho Graça.  

Piedade de nós – “Os Miseráveis”, de Victor Hugo, jamais. Muito menos as choramingas populistas de Charles Dickens. Seus filhos crescerão com peninha da humanidade, capazes de fundar uma ONG a cada bairro, achando que a caridade seja o remate de todos os males.

Campos & espaços – Mal sinal quando o pimpolho começa a trocar o legos pela poesia concreta, briquedinhos que se combinam. Não há mamadeira bilaquiana que dê jeito.

Vanguardeiros e malditos – São uns bossais estraga-homens. Mantenha-os fora do alcance das crianças. Eles estão para a literatura assim como os pipoqueiros que passam drogas _esses fabulosos sedutores!_ estão para as portas dos colégios.

Catecismo e primeira comunhão -  Se Deus não existe, tudo é permitido. Quer segurar o capetinha nas rédeas morais possíveis, aí incluídas as algemas forjadas no aço da culpa? Karamazov nele, como quem dá remédio forçado.

 O medo diante da loba- Quer estragar sua filha e a vida dos futuros genros? Libere Virginia Woolf ou Clarice Lispector logo na pré-adolescência. Aí teremos moças misteriosas, labirínticas, metalingüísticas, uns diabos arredias e estranhas diante do amor. Capazes de tudo. TPMs elípticas, menstruações de incomunicabilidades sem fim, coitados desses pobres e suas caras de maridos.



Escrito por xico sá às 17h20
[   ] [ envie esta mensagem ]




NÃO MENTIRÁS

A fêmea mente menos e melhor. O macho gasta mentira a torto e a direito, principalmente quando não precisa. Mente muito. E mal. No varejo e no atacado, o homem é um Ceasa de mentiras. Mente por medo do pau-de-macarrão mesmo quando está com uma dama de fino trato que tem mais horas de divã do que urubu de vôo.

É o nosso defeito-mor de fabricação –alô Procom: recall de homem já!

Mulher não mente, ilude, como um David Cooperfield.

Mulher tem a manha da narrativa e da verossimilhança, mesmo quando baixa um Dorian Gray e ela tenta driblar o tempo e o calendário. Falar nisso, uma velha advertência: nunca confiem em uma mulher que não mente, nem que seja questão de dias e meses, sobre a idade. Uma fêmea que passou dos 30 e não mente sobre a idade é capaz de coisas muito piores, é capaz de tudo, velho Balzac.   

Minto, logo posso ser amado. Vejo um certo prazer sádico nos detectores femininos. Elas adoram nos flagrar no meio do ciclone de contradições e incoerências. Nada mais insuportável do que um homem cem por cento sincero. O homem cem por cento sincero é sempre o pior canalha. O homem dito sincero e virtuoso, do tipo que tem ONG para ajudar os sem-alguma-coisa, do tipo que faz trabalho voluntário ou ecológico, muitas vezes é o pior dos canalhas, pois age sob o manto sagrado da bondade. Nada pior do que os que se acham melhores do que os outros. Pura vaidade, diria meu filósofo Matias Aires.

No homem cem por cento sincero até sua virtude prevarica, salivaria o maníaco da Tijuca. 

O amor não sobrevive em um ambiente sem mentiras. A sinceridade extremada, esse fundamentalismo dos pobres de espírito, torna a vida insuportável, autoritária, sem fantasias. As pequenas mentiras dão graça ao lar-doce-lar. Se eu tivesse um caminhão, escreveria no pára-choque: uma mentira a mais é um desgosto a menos.

Como são arrogantes os que dizem dizer somente a verdade, essa impostura cristã de terceira categoria. Quem tiver suas verdades muito desagradáveis que me poupe delas. Que mintam e me agradem, que mintam e me bajulem, que mintam e divirtam a humanidade, que digam até que sou lindo, hahahaha, embora essa seja a única mentira que eu não acredito. 

Pausa para ouvir "Mantra das Possibilidades", clássico de Wander Wildner:

"Minha vontade e ser bonito mas, eu não consigo/Eu sempre volto atráaaas!/ Eu sempre volto atrás!/Sonho em ter cabelo comprido, mas eu não consigo/ Eu sempre corto maaaais! Eu sempre corto mais! /Meu desejo e estar contigo, mas eu não consigo. /Eu sempre fico em paaaaz! Eu sempre fico em paz! /AAAH!Eu sempre fico em paz!"

Agora falando sério, de novo, responda rápido, cria da minha costela: você prefere ouvir um “você é a mulher mais gostosa desse mundo” (mesmo ciente do exagero retórico do camarada), ou um sincero “não é por nada não, mô, mas sua bunda está meio caída”? 

De absolutas verdades... bastam as ditas pela velha da foice e pela lei da gravidade. 



Escrito por xico sá às 16h19
[   ] [ envie esta mensagem ]




REUNIÃO DO F.A., FAMOSOS ANÔNIMOS *

Reunião do F.A., Famosos Anônimos, entidade que congrega viciados ou doentes, como eles mesmo preferem, pela fama, pela exibição pública, obsessão pela celebridade em geral. Famosos, quase famosos e ex-famosos devolvidos aos labirintos do anonimato.Gente de novela que não figura nem mais no “vale a pena ver de novo”, uma penca de Big Brothers, bundas de todas as Casas dos Artistas, modelos-atrizes, gazelas que sobraram na passarela fashion por algumas polegadas a mais, pós-Chacretes, quase-ídolos da Jovem Guarda, intérpretes de uma música só, jogadores de futebol de apenas uma partida genial, playboys decadentes, socialites esquecidas, emergentes que não vingaram,  apresentadores de TV que dormiram no ponto, vedetes desiludidas, humoristas ressentidos,  novelistas picaretas & outras assombrações dos tempos modernos. 

                 

Famosos, quase famosos e ex-famosos fazem um círculo no meio da sala. Começam os depoimentos e orações:

 

“Só o poder superior, como diz o nosso regulamento, pode nos devolver a sanidade. Irmãos, a Ele me apego noite e dia. Minha obsessão me levou ao fundo do poço, às drogas, ao circo dos horrores finais. Depois da ilusão de um reality-show, achava que a vida estava ganha. Reconhecimento, convites para boates, festas, roupas de graça em loja de shopping... Tudo aquilo encobria o meu passado humilde. O primeiro sinal da doença foi largar a minha mulher, trocada ainda durante o reality por uma vadia, embora em tivesse jurado por tudo nesse mundo que era um jogo, não passava de um jogo, o jogo da minha vida. Balela, irmãos. Capa de revista, ilha de Caras, programa de auditório... Tudo era uma maravilha nas primeiras semanas...  (Juan soluça, aos prantos, e não consegue concluir seu depoimento).

 

“Quanta vergonha fiz ao meu pai, à minha mãe... Quanta vergonha... Me expus como uma verdadeira, com licença da palavra, irmãos, prostituta. Lembram aquela cena debaixo do edredom, na casa? Eu masturbando ele? Uma indecência que encobriu a minha família de luto. Meus irmãos não saíam mais à rua, lá no bairro. Quanta vergonha. E não ficou só nisso, depois mudei de namorado, cada armação, até três vezes por semana. Fiz tatuagem com nome de um, apaguei, tatuei o rosto do outro, fiquei toda perfurada com essa presepada... Meu assessor dizia: ´você tem que se manter em evidência´ e eu ia lá, doente, obedecia... Um tempo depois, passada a febrezinha na mídia, tava lá meu cartaz estampado em boates da Boca do Lixo, as piores possíveis, `Keylla, a da TV, em sensacional noite de sexo explícito, ao vivo, só pra você´.  Ai como foi difícil largar essa vida... Só por hoje, mais 24 horas, obrigado senhor, obrigado irmãos, K.”

 

“Vi que a coisa tinha saído do meu controle, eu parecia possuído, quando cheguei a simular um acidente de carro para voltar a aparecer... Eu mesmo me cortei todo e bati o carro contra o poste para impressionar... Depois, ainda com a alma desassossegada, simulei meu próprio seqüestro... Uma desmoralização... Ele estava fora de si, o artista, não o homem, que agora encontra salvação entre vocês... Obrigado, Y.”  

 

Todos, abraçados para valer, grande corrente solidária, a uma só voz:  “Só por hoje, mais 24 horas. Acredite, funciona!”

 

*do livro "Divina Comédia da Fama"(ed.Objetiva), vasta crônica de costumes que parte do conto O Homem Célebre, de Machado de Assis, e vai ate a vagabundagem dos BigBrothers e outras celebridades-miojo.



Escrito por xico sá às 14h10
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]




 

Histórico
  17/06/2012 a 23/06/2012
  24/07/2011 a 30/07/2011
  19/12/2010 a 25/12/2010
  28/11/2010 a 04/12/2010
  21/11/2010 a 27/11/2010
  24/10/2010 a 30/10/2010
  17/10/2010 a 23/10/2010
  03/10/2010 a 09/10/2010
  26/09/2010 a 02/10/2010
  29/08/2010 a 04/09/2010
  22/08/2010 a 28/08/2010
  15/08/2010 a 21/08/2010
  08/08/2010 a 14/08/2010
  01/08/2010 a 07/08/2010
  11/07/2010 a 17/07/2010
  04/07/2010 a 10/07/2010
  20/06/2010 a 26/06/2010
  06/06/2010 a 12/06/2010
  30/05/2010 a 05/06/2010
  23/05/2010 a 29/05/2010
  16/05/2010 a 22/05/2010
  09/05/2010 a 15/05/2010
  02/05/2010 a 08/05/2010
  25/04/2010 a 01/05/2010
  11/04/2010 a 17/04/2010
  04/04/2010 a 10/04/2010
  28/03/2010 a 03/04/2010
  21/03/2010 a 27/03/2010
  07/03/2010 a 13/03/2010
  28/02/2010 a 06/03/2010
  21/02/2010 a 27/02/2010
  14/02/2010 a 20/02/2010
  07/02/2010 a 13/02/2010
  31/01/2010 a 06/02/2010
  24/01/2010 a 30/01/2010
  17/01/2010 a 23/01/2010
  13/12/2009 a 19/12/2009
  06/12/2009 a 12/12/2009
  29/11/2009 a 05/12/2009
  22/11/2009 a 28/11/2009
  15/11/2009 a 21/11/2009
  08/11/2009 a 14/11/2009
  01/11/2009 a 07/11/2009
  25/10/2009 a 31/10/2009
  18/10/2009 a 24/10/2009
  11/10/2009 a 17/10/2009
  04/10/2009 a 10/10/2009
  27/09/2009 a 03/10/2009
  20/09/2009 a 26/09/2009
  13/09/2009 a 19/09/2009
  06/09/2009 a 12/09/2009
  30/08/2009 a 05/09/2009
  23/08/2009 a 29/08/2009
  16/08/2009 a 22/08/2009
  09/08/2009 a 15/08/2009
  02/08/2009 a 08/08/2009
  26/07/2009 a 01/08/2009
  19/07/2009 a 25/07/2009
  12/07/2009 a 18/07/2009
  05/07/2009 a 11/07/2009
  28/06/2009 a 04/07/2009
  21/06/2009 a 27/06/2009
  14/06/2009 a 20/06/2009
  07/06/2009 a 13/06/2009
  31/05/2009 a 06/06/2009
  24/05/2009 a 30/05/2009
  17/05/2009 a 23/05/2009
  10/05/2009 a 16/05/2009
  03/05/2009 a 09/05/2009
  26/04/2009 a 02/05/2009
  19/04/2009 a 25/04/2009
  12/04/2009 a 18/04/2009
  05/04/2009 a 11/04/2009
  29/03/2009 a 04/04/2009
  22/03/2009 a 28/03/2009
  15/03/2009 a 21/03/2009
  08/03/2009 a 14/03/2009
  01/03/2009 a 07/03/2009
  22/02/2009 a 28/02/2009
  15/02/2009 a 21/02/2009
  08/02/2009 a 14/02/2009
  01/02/2009 a 07/02/2009
  25/01/2009 a 31/01/2009
  18/01/2009 a 24/01/2009
  11/01/2009 a 17/01/2009
  14/12/2008 a 20/12/2008
  07/12/2008 a 13/12/2008
  30/11/2008 a 06/12/2008
  23/11/2008 a 29/11/2008
  16/11/2008 a 22/11/2008
  09/11/2008 a 15/11/2008
  02/11/2008 a 08/11/2008
  26/10/2008 a 01/11/2008
  19/10/2008 a 25/10/2008
  12/10/2008 a 18/10/2008
  05/10/2008 a 11/10/2008
  28/09/2008 a 04/10/2008
  21/09/2008 a 27/09/2008
  14/09/2008 a 20/09/2008
  07/09/2008 a 13/09/2008
  31/08/2008 a 06/09/2008
  24/08/2008 a 30/08/2008
  17/08/2008 a 23/08/2008
  10/08/2008 a 16/08/2008
  03/08/2008 a 09/08/2008
  27/07/2008 a 02/08/2008
  20/07/2008 a 26/07/2008
  13/07/2008 a 19/07/2008
  06/07/2008 a 12/07/2008
  29/06/2008 a 05/07/2008
  22/06/2008 a 28/06/2008
  15/06/2008 a 21/06/2008
  08/06/2008 a 14/06/2008
  01/06/2008 a 07/06/2008
  25/05/2008 a 31/05/2008
  18/05/2008 a 24/05/2008
  11/05/2008 a 17/05/2008
  04/05/2008 a 10/05/2008
  27/04/2008 a 03/05/2008
  20/04/2008 a 26/04/2008
  13/04/2008 a 19/04/2008
  06/04/2008 a 12/04/2008
  30/03/2008 a 05/04/2008
  23/03/2008 a 29/03/2008
  16/03/2008 a 22/03/2008
  09/03/2008 a 15/03/2008
  02/03/2008 a 08/03/2008
  24/02/2008 a 01/03/2008
  17/02/2008 a 23/02/2008
  10/02/2008 a 16/02/2008
  03/02/2008 a 09/02/2008
  27/01/2008 a 02/02/2008
  20/01/2008 a 26/01/2008
  13/01/2008 a 19/01/2008
  06/01/2008 a 12/01/2008
  16/12/2007 a 22/12/2007
  09/12/2007 a 15/12/2007
  02/12/2007 a 08/12/2007
  25/11/2007 a 01/12/2007
  18/11/2007 a 24/11/2007
  11/11/2007 a 17/11/2007
  04/11/2007 a 10/11/2007
  28/10/2007 a 03/11/2007
  21/10/2007 a 27/10/2007
  14/10/2007 a 20/10/2007
  07/10/2007 a 13/10/2007
  30/09/2007 a 06/10/2007
  23/09/2007 a 29/09/2007
  16/09/2007 a 22/09/2007
  09/09/2007 a 15/09/2007
  02/09/2007 a 08/09/2007
  26/08/2007 a 01/09/2007
  19/08/2007 a 25/08/2007
  12/08/2007 a 18/08/2007
  05/08/2007 a 11/08/2007
  29/07/2007 a 04/08/2007
  22/07/2007 a 28/07/2007
  15/07/2007 a 21/07/2007
  08/07/2007 a 14/07/2007
  01/07/2007 a 07/07/2007
  24/06/2007 a 30/06/2007
  17/06/2007 a 23/06/2007
  10/06/2007 a 16/06/2007
  03/06/2007 a 09/06/2007
  27/05/2007 a 02/06/2007
  20/05/2007 a 26/05/2007
  13/05/2007 a 19/05/2007
  06/05/2007 a 12/05/2007
  29/04/2007 a 05/05/2007
  22/04/2007 a 28/04/2007
  15/04/2007 a 21/04/2007
  08/04/2007 a 14/04/2007
  01/04/2007 a 07/04/2007
  25/03/2007 a 31/03/2007
  18/03/2007 a 24/03/2007
  11/03/2007 a 17/03/2007
  04/03/2007 a 10/03/2007
  25/02/2007 a 03/03/2007
  18/02/2007 a 24/02/2007
  11/02/2007 a 17/02/2007
  04/02/2007 a 10/02/2007
  28/01/2007 a 03/02/2007
  21/01/2007 a 27/01/2007
  14/01/2007 a 20/01/2007
  07/01/2007 a 13/01/2007
  31/12/2006 a 06/01/2007
  17/12/2006 a 23/12/2006
  10/12/2006 a 16/12/2006
  03/12/2006 a 09/12/2006
  26/11/2006 a 02/12/2006
  19/11/2006 a 25/11/2006
  12/11/2006 a 18/11/2006
  05/11/2006 a 11/11/2006
  29/10/2006 a 04/11/2006
  22/10/2006 a 28/10/2006
  15/10/2006 a 21/10/2006
  08/10/2006 a 14/10/2006
  01/10/2006 a 07/10/2006
  24/09/2006 a 30/09/2006
  17/09/2006 a 23/09/2006
  10/09/2006 a 16/09/2006
  03/09/2006 a 09/09/2006
  27/08/2006 a 02/09/2006
  20/08/2006 a 26/08/2006
  13/08/2006 a 19/08/2006
  06/08/2006 a 12/08/2006
  30/07/2006 a 05/08/2006
  23/07/2006 a 29/07/2006
  16/07/2006 a 22/07/2006
  09/07/2006 a 15/07/2006
  02/07/2006 a 08/07/2006
  25/06/2006 a 01/07/2006
  18/06/2006 a 24/06/2006
  11/06/2006 a 17/06/2006
  04/06/2006 a 10/06/2006
  28/05/2006 a 03/06/2006
  21/05/2006 a 27/05/2006
  14/05/2006 a 20/05/2006
  07/05/2006 a 13/05/2006
  30/04/2006 a 06/05/2006
  23/04/2006 a 29/04/2006
  16/04/2006 a 22/04/2006
  09/04/2006 a 15/04/2006
  02/04/2006 a 08/04/2006
  26/03/2006 a 01/04/2006
  19/03/2006 a 25/03/2006
  12/03/2006 a 18/03/2006
  05/03/2006 a 11/03/2006
  26/02/2006 a 04/03/2006
  19/02/2006 a 25/02/2006
  12/02/2006 a 18/02/2006
  05/02/2006 a 11/02/2006
  29/01/2006 a 04/02/2006
  22/01/2006 a 28/01/2006
  15/01/2006 a 21/01/2006
  08/01/2006 a 14/01/2006
  01/01/2006 a 07/01/2006
  25/12/2005 a 31/12/2005
  18/12/2005 a 24/12/2005
  11/12/2005 a 17/12/2005
  04/12/2005 a 10/12/2005
  27/11/2005 a 03/12/2005
  20/11/2005 a 26/11/2005
  13/11/2005 a 19/11/2005
  06/11/2005 a 12/11/2005
  30/10/2005 a 05/11/2005
  23/10/2005 a 29/10/2005
  16/10/2005 a 22/10/2005
  09/10/2005 a 15/10/2005
  02/10/2005 a 08/10/2005
  25/09/2005 a 01/10/2005
  18/09/2005 a 24/09/2005
  11/09/2005 a 17/09/2005
  04/09/2005 a 10/09/2005
  28/08/2005 a 03/09/2005
  21/08/2005 a 27/08/2005
  14/08/2005 a 20/08/2005
  07/08/2005 a 13/08/2005
  31/07/2005 a 06/08/2005
  24/07/2005 a 30/07/2005
  17/07/2005 a 23/07/2005
  10/07/2005 a 16/07/2005
  03/07/2005 a 09/07/2005
  26/06/2005 a 02/07/2005
  19/06/2005 a 25/06/2005
  12/06/2005 a 18/06/2005
  05/06/2005 a 11/06/2005
  29/05/2005 a 04/06/2005
  22/05/2005 a 28/05/2005
  15/05/2005 a 21/05/2005
  08/05/2005 a 14/05/2005
  01/05/2005 a 07/05/2005
  24/04/2005 a 30/04/2005


Outros sites
  Editora do Bispo
  Blog da editora do bispo
  aurora boulevard, uma janela para o melhor da existência
  notasubmersas - mergulho en la isla encantada
  Sorte & Azar S/A
  La liga de la vesga y outros debujos incriibles
  balcan beat box & nikolai gogol bordelo
  Portunhol selvagem és mi pátria y mi lengua
  Doktor Estranho - pense!
  eraOdito, o homi, o mito, o kabrito, vale o escrito
  El Impostor y sus presídios de buelsillo
  jazz do interior by bombig
  sabe aquele cara do cheiro do ralo?
  scottlândia & otros darwinismos gauches
  Bortolotto, uiscão y raiban
Votação
  Dê uma nota para meu blog



O que é isto?