o carapuceiro



MISSA ANTES DO SÉTIMO DIA

 (7)"Entrectanto Barbadilha, ardiloso e revoltoso, quer a todo transe desthronar Plutão, para tanto architeta uma revolução no inferno", pensava enquanto era surrado o nobre cavaleiro Fodasno, mal sabendo que se tratava de um texto de don Valêncio Xavier, no seu "O mez da grippe" y outros quaraququás.

Personagens roubando falas de personagens alheios ou remixando ao infinitum até virar pó de estrelas. A vítima, no caso, era o VX, que está no libro "Caballeros Solitários rumo ao sol poente", todo construído em uma sucata de sampler-brasiguaio enfeitiçada por loops e aboios de vaqueiros da noite deste pueblo.

Adiós, don Valêncio, esse mindinho de prosa é só uma maneira de agradecer aqui, depois que se foste desta para uma melhor. Gracias, grande escriba, afinal de contas subtraio dos autores vivos mas compareço como réu confesso ao purgatório tão-logo eles retornam livres aos nossos saloons espirituais.

Mais sobre o mundo valenciano, aqui no Sorte & Azar S/A.



Escrito por xico sá às 15h47
[   ] [ envie esta mensagem ]




MINHA QUERIDA SPUTINIK

Nada mais lindo em uma mulher do que aquela fração de segundos em que a gente a flagra olhando bobamente para o infinito. Sem mirar pessoas mares luas cercas paisagens becos horizontes.

Olharzinho perdido de Laika, a cadela russa que subiu ao espaço a bordo do Sputnik.

Laika delira no cosmos mira o nada; a terra é azul.

E se o olhar for ligeiramente vesgo, zolhinhos tortos, meu deus!

Como a moça daquele romance japa de uma Tóquio de jazz mais ligeiro & Keroauc no juízo -o livro do Haruki de Murakami.

Nada como um olhar vesgo e chapado sob aflitas sobrancelhas.

Naquela fração de segundos, o desexistir, o coração debaixo da língua para travar as mais inúteis falas.

E minha Laika mira o infinito da janelinha do Sputnik. Voltará viva do espaço?



Escrito por xico sá às 23h06
[   ] [ envie esta mensagem ]




NÃO HÁ GPS PARA O AMOR, BABY *

1.Nem precisamos ir ao mar para ver o nosso amor morrer na praia naquele derradeiro feriadão do ano. Nosso amor morreu na doutor Arnaldo, depois da sala de velórios, na frente das bancas de flores, rosas vermelhas que sustentam amores falidos, girassóis, gerânios, belos arranjos que fazem milagres e  livram os maridos culpados no engarrafamento.

Nosso amor morreu na correria para fugir de Sampaulândia, babilônicos corações de fumaça a 10 km por hora, como os tílburis que conduziam os Bentinhos e Capitus no século XIX do outro lado da via Dutra.

Nosso amor tinha pressa, largou o automóvel e saiu caminhando, melancólico, entre motoboys e miragens, crepúsculo cubatanesco a escorrer do nariz, nosso amor era um boi na frente dos carros, nosso amor era um atropelo e a gente mal tinha tempo para fazer-lhe um dengo, um cafuné, uma cócega, um bilu-bilu, nosso amor era um tomagushi, um bichinho virtual criado e nascido como uma planta em São Paulo.  

Minutos antes, nosso amor foi visto saindo do Paraíso e saltando na Consolação, a linha do último metrô de todos os amores expressos. Aí nosso amor, puto da vida, bebeu, cheirou cola, acendeu o cachimbo na Cracolândia, perdeu os óculos, as lentes de contato, fez besteira na rua Augusta e quando alcançou o vale do Anhangabaú já nadava na correnteza em cima de um sofá velho cujo estofado denunciava lágrimas e esperas.

 Nosso amor não conseguiu dormir direito nesse dia, zumbizou geral o malaco, perdeu-se como Esperanza, a linda boliviana de Cochabamba, Penélope que tece o interminável manto e nada espera nas fabriquetas de costuras do Bom Retiro.

*re-remix de conto publicado este mês na revista Época São Paulo.  Para ler a versão impressa, cronicamente remixada e ampliada sobre o amor e a repetição em SP, clique aqui, ó!



Escrito por xico sá às 14h33
[   ] [ envie esta mensagem ]




PÁGINA POLICIAL

 xiloexpressionistagoeldi

a sangue frio

matou o amor

na Bienal do Vazio.



Escrito por xico sá às 18h37
[   ] [ envie esta mensagem ]




BATENDO MÓ BOLÃO

Recentes pesquisas revelaram um dado que sempre pareceu bastante óbvio, mas precisava da aura científica para se eternizar: a quantidade de testosterona produzida por um homem fanático aumenta quando o seu time do coração é vitorioso, mesmo que seja contra o Íbis, considerado historicamente como o pior time do mundo.

Ora, sendo a testosterona um hormônio ligado diretamente aos estímulos sexuais, é claro que um homem de bem com o seu time será um animal pelo menos 27,6% mais "animado" nos trapézios e bambuais do Kama-Sutra.

O percentual acima representa a quantidade do hormônio produzida a mais no corpo de um homem nos dias de vitórias do seu clube. A pesquisa foi feita pela Universidade da Geórgia (EUA).

As mulheres devem tirar proveito desta “encuesta” e aprender com os seus parceiros tudo que sempre quiseram saber sobre tiros de meta, meia ofensivos, escanteios e, queira Deus, até mesmo os mistérios da lei do impedimento _uma das coisas mais enigmáticas para as mulheres normais.

Mais um dado interessante da pesquisa, aterrorizante para quem torce por times tipo "B", é o seguinte: nas seguidas derrotas, o "homo-fanaticus" perde um tanto da sua capacidade de produzir hormônios (os mesmos 27,6%) e apresenta-se inapetente para o amor ou o sexo propriamente dito.

Agora, as mulheres, que jamais compreenderam o banzo sartreano dos machos derrotados no futebol, podem entender aqueles domingões tristes e monossilábicos dos flamenguistas, corintianos, sãopaulinos, atelticanos.... para ficar apenas nos clubes de mais populares.

O pior é que não adianta nada pedir para um sujeito mudar de time e tornar-se mais vencedor. Mesmo com a promessa de 27,6%  de testosterona-plus, é mais fácil um homem-que-é-homem mudar de sexo do que de clube.



Escrito por xico sá às 20h17
[   ] [ envie esta mensagem ]




SERTÃO/BERLIM -UM ESTIRÃO NO DESERTO

diz ai goeldi!ilustra/Goeldi

 

No sertão do rio São Francisco, na confluência dos Estados da Bahia e Pernambuco, terras de Santa Cruz, brasilis, está situado “Deserto Feliz”, lugar que se não existisse precisaria ser inventado. Lá mora a menina Jéssica, uma  adolescente que vive com a mãe, Maria, manicure de madames da região, e Biu, seu padrastro, funcionário de uma moderníssima vinícola. Nessa encruzilhada, convivem a alta tecnologia e os signos mais arcaicos de um Nordeste _ área dita como a mais pobre do país, como se pobreza fosse o que imaginam os nobres sudestinos_  místico e de tradição agropastoril.

 

Na sofisticada Berlim, onde não se sabe da existência de tal deserto, Mark e Christophe trabalham em uma empresa de softwares e componentes eletrônicos. Curiosos sobre a música, o modo de vida e possíveis aventuras com as mulheres do Brasil _informações compartilhadas via Internet_, a dupla parte para os Tristes Trópicos.

 

No Recife, vulgo Hellcife, capital de Pernambuco, cruzam-se os destinos de Jéssica e os alemães. Violentada sexualmente pelo padrasto, ela, menina Jéssica, 14, havia fugido de casa. Como muitas garotas que vivem o mesmo drama, no Nordeste brasileiro ou não, a saída que encontrou foi prostituir-se, o mais antigo ramo da humanidade. Oferecida por cafetões da chamada “indústria do turismo sexual”, a menina de “Deserto Feliz” cai nas graças de Mark, que surge como um “príncipe encantado” e a leva para Berlim. A rota sertão/Recife/Europa é uma rotina na vida real de tantas outras adolescentes do Brasil.

 

Sim, a rota é óbvia, mas ,Jéssica terá ido por dinheiro ou afeto de verdade, o primeiro carinho de sua vida, algo que daria um nó no juízo do menino Walter Benjamin, o cara, aquele da Escola de Frankfurt?

 

Aparentemente alheio ao drama de Jéssica, “tentação” de quem se vê existencialmente liberto,  Biu segue sua rotina: o trabalho na vinícola, o futebol e o hábito de caçar tatus com Mão-de-Véia. O envolvimento deste amigo com o esquema de tráficos de animais silvestres, um grande negócio “for export” do Brasil, leva os dois à prisão. Maria vê-se sozinha e ainda tem a casa saqueada pelo advogado, que toma todos os seus bens em troca da liberdade do marido.     

 

Na Alemanha, o sonho de Jéssica desmancha-se na incomunicabilidade e na estranheza do novo lugar.  É o que parece. Mal sabemos. É tudo decifra-me ou te lasco ao meio feito maxixe em cruz. É o que parece. Mangas importadas do seu “Deserto Feliz”, que despertaram a euforia da garota em um mercado de Berlim, são os únicos traços em comum entre as duas terras. Sufocada pelas diferenças culturais, Jéssica pede para voltar. 

 

Como se amarrados pelo destino à dramática, mas quase silenciosa convivência –aqui lembram o ritmo dos orientais, como os habitantes do sertão_ Jéssica retorna ao seu mundo. Terá Jéssica ido a Alemanha de fato? Ou tudo, na tela, não passará de um sonho de todos nós juntos? Decifra-me ou a gente te rói feito faminto em caroço de manga-rosa.

 

Aposto que a vida é nada mais que um tatu num tambor, bichinho, agoniado pela própria natureza que o circunda. O resto é coisa dos homens, um filme, do qual, graças a Deus, tive a felicidade de assobiar umas coisinhas no roteiro, o qual subscrevo com orgulho ao lado de Paulo Caldas (el director), Marcelo Gomes (aquele do genial, genial mesmo, “Cinema, Aspirinas e Urubus”) e Manoela Dias. Sim, a película se chama mesmo “Deserto Feliz”, longametragem, e tá rolando em um cinema, talvez não muito perto de você, fazer o quê se tudo em volta está deserto e tudo certo?

 

Se puder, amigo, amiga, será lindo que assistam. Perdão pela propaganda deslavada, mas se a gente não diz, quem dirá por nós? Ainda mais numa coisa difícil e cara feito o tal do cinema, ave, palavra!



Escrito por xico sá às 20h23
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]




 

Histórico
  17/06/2012 a 23/06/2012
  24/07/2011 a 30/07/2011
  19/12/2010 a 25/12/2010
  28/11/2010 a 04/12/2010
  21/11/2010 a 27/11/2010
  24/10/2010 a 30/10/2010
  17/10/2010 a 23/10/2010
  03/10/2010 a 09/10/2010
  26/09/2010 a 02/10/2010
  29/08/2010 a 04/09/2010
  22/08/2010 a 28/08/2010
  15/08/2010 a 21/08/2010
  08/08/2010 a 14/08/2010
  01/08/2010 a 07/08/2010
  11/07/2010 a 17/07/2010
  04/07/2010 a 10/07/2010
  20/06/2010 a 26/06/2010
  06/06/2010 a 12/06/2010
  30/05/2010 a 05/06/2010
  23/05/2010 a 29/05/2010
  16/05/2010 a 22/05/2010
  09/05/2010 a 15/05/2010
  02/05/2010 a 08/05/2010
  25/04/2010 a 01/05/2010
  11/04/2010 a 17/04/2010
  04/04/2010 a 10/04/2010
  28/03/2010 a 03/04/2010
  21/03/2010 a 27/03/2010
  07/03/2010 a 13/03/2010
  28/02/2010 a 06/03/2010
  21/02/2010 a 27/02/2010
  14/02/2010 a 20/02/2010
  07/02/2010 a 13/02/2010
  31/01/2010 a 06/02/2010
  24/01/2010 a 30/01/2010
  17/01/2010 a 23/01/2010
  13/12/2009 a 19/12/2009
  06/12/2009 a 12/12/2009
  29/11/2009 a 05/12/2009
  22/11/2009 a 28/11/2009
  15/11/2009 a 21/11/2009
  08/11/2009 a 14/11/2009
  01/11/2009 a 07/11/2009
  25/10/2009 a 31/10/2009
  18/10/2009 a 24/10/2009
  11/10/2009 a 17/10/2009
  04/10/2009 a 10/10/2009
  27/09/2009 a 03/10/2009
  20/09/2009 a 26/09/2009
  13/09/2009 a 19/09/2009
  06/09/2009 a 12/09/2009
  30/08/2009 a 05/09/2009
  23/08/2009 a 29/08/2009
  16/08/2009 a 22/08/2009
  09/08/2009 a 15/08/2009
  02/08/2009 a 08/08/2009
  26/07/2009 a 01/08/2009
  19/07/2009 a 25/07/2009
  12/07/2009 a 18/07/2009
  05/07/2009 a 11/07/2009
  28/06/2009 a 04/07/2009
  21/06/2009 a 27/06/2009
  14/06/2009 a 20/06/2009
  07/06/2009 a 13/06/2009
  31/05/2009 a 06/06/2009
  24/05/2009 a 30/05/2009
  17/05/2009 a 23/05/2009
  10/05/2009 a 16/05/2009
  03/05/2009 a 09/05/2009
  26/04/2009 a 02/05/2009
  19/04/2009 a 25/04/2009
  12/04/2009 a 18/04/2009
  05/04/2009 a 11/04/2009
  29/03/2009 a 04/04/2009
  22/03/2009 a 28/03/2009
  15/03/2009 a 21/03/2009
  08/03/2009 a 14/03/2009
  01/03/2009 a 07/03/2009
  22/02/2009 a 28/02/2009
  15/02/2009 a 21/02/2009
  08/02/2009 a 14/02/2009
  01/02/2009 a 07/02/2009
  25/01/2009 a 31/01/2009
  18/01/2009 a 24/01/2009
  11/01/2009 a 17/01/2009
  14/12/2008 a 20/12/2008
  07/12/2008 a 13/12/2008
  30/11/2008 a 06/12/2008
  23/11/2008 a 29/11/2008
  16/11/2008 a 22/11/2008
  09/11/2008 a 15/11/2008
  02/11/2008 a 08/11/2008
  26/10/2008 a 01/11/2008
  19/10/2008 a 25/10/2008
  12/10/2008 a 18/10/2008
  05/10/2008 a 11/10/2008
  28/09/2008 a 04/10/2008
  21/09/2008 a 27/09/2008
  14/09/2008 a 20/09/2008
  07/09/2008 a 13/09/2008
  31/08/2008 a 06/09/2008
  24/08/2008 a 30/08/2008
  17/08/2008 a 23/08/2008
  10/08/2008 a 16/08/2008
  03/08/2008 a 09/08/2008
  27/07/2008 a 02/08/2008
  20/07/2008 a 26/07/2008
  13/07/2008 a 19/07/2008
  06/07/2008 a 12/07/2008
  29/06/2008 a 05/07/2008
  22/06/2008 a 28/06/2008
  15/06/2008 a 21/06/2008
  08/06/2008 a 14/06/2008
  01/06/2008 a 07/06/2008
  25/05/2008 a 31/05/2008
  18/05/2008 a 24/05/2008
  11/05/2008 a 17/05/2008
  04/05/2008 a 10/05/2008
  27/04/2008 a 03/05/2008
  20/04/2008 a 26/04/2008
  13/04/2008 a 19/04/2008
  06/04/2008 a 12/04/2008
  30/03/2008 a 05/04/2008
  23/03/2008 a 29/03/2008
  16/03/2008 a 22/03/2008
  09/03/2008 a 15/03/2008
  02/03/2008 a 08/03/2008
  24/02/2008 a 01/03/2008
  17/02/2008 a 23/02/2008
  10/02/2008 a 16/02/2008
  03/02/2008 a 09/02/2008
  27/01/2008 a 02/02/2008
  20/01/2008 a 26/01/2008
  13/01/2008 a 19/01/2008
  06/01/2008 a 12/01/2008
  16/12/2007 a 22/12/2007
  09/12/2007 a 15/12/2007
  02/12/2007 a 08/12/2007
  25/11/2007 a 01/12/2007
  18/11/2007 a 24/11/2007
  11/11/2007 a 17/11/2007
  04/11/2007 a 10/11/2007
  28/10/2007 a 03/11/2007
  21/10/2007 a 27/10/2007
  14/10/2007 a 20/10/2007
  07/10/2007 a 13/10/2007
  30/09/2007 a 06/10/2007
  23/09/2007 a 29/09/2007
  16/09/2007 a 22/09/2007
  09/09/2007 a 15/09/2007
  02/09/2007 a 08/09/2007
  26/08/2007 a 01/09/2007
  19/08/2007 a 25/08/2007
  12/08/2007 a 18/08/2007
  05/08/2007 a 11/08/2007
  29/07/2007 a 04/08/2007
  22/07/2007 a 28/07/2007
  15/07/2007 a 21/07/2007
  08/07/2007 a 14/07/2007
  01/07/2007 a 07/07/2007
  24/06/2007 a 30/06/2007
  17/06/2007 a 23/06/2007
  10/06/2007 a 16/06/2007
  03/06/2007 a 09/06/2007
  27/05/2007 a 02/06/2007
  20/05/2007 a 26/05/2007
  13/05/2007 a 19/05/2007
  06/05/2007 a 12/05/2007
  29/04/2007 a 05/05/2007
  22/04/2007 a 28/04/2007
  15/04/2007 a 21/04/2007
  08/04/2007 a 14/04/2007
  01/04/2007 a 07/04/2007
  25/03/2007 a 31/03/2007
  18/03/2007 a 24/03/2007
  11/03/2007 a 17/03/2007
  04/03/2007 a 10/03/2007
  25/02/2007 a 03/03/2007
  18/02/2007 a 24/02/2007
  11/02/2007 a 17/02/2007
  04/02/2007 a 10/02/2007
  28/01/2007 a 03/02/2007
  21/01/2007 a 27/01/2007
  14/01/2007 a 20/01/2007
  07/01/2007 a 13/01/2007
  31/12/2006 a 06/01/2007
  17/12/2006 a 23/12/2006
  10/12/2006 a 16/12/2006
  03/12/2006 a 09/12/2006
  26/11/2006 a 02/12/2006
  19/11/2006 a 25/11/2006
  12/11/2006 a 18/11/2006
  05/11/2006 a 11/11/2006
  29/10/2006 a 04/11/2006
  22/10/2006 a 28/10/2006
  15/10/2006 a 21/10/2006
  08/10/2006 a 14/10/2006
  01/10/2006 a 07/10/2006
  24/09/2006 a 30/09/2006
  17/09/2006 a 23/09/2006
  10/09/2006 a 16/09/2006
  03/09/2006 a 09/09/2006
  27/08/2006 a 02/09/2006
  20/08/2006 a 26/08/2006
  13/08/2006 a 19/08/2006
  06/08/2006 a 12/08/2006
  30/07/2006 a 05/08/2006
  23/07/2006 a 29/07/2006
  16/07/2006 a 22/07/2006
  09/07/2006 a 15/07/2006
  02/07/2006 a 08/07/2006
  25/06/2006 a 01/07/2006
  18/06/2006 a 24/06/2006
  11/06/2006 a 17/06/2006
  04/06/2006 a 10/06/2006
  28/05/2006 a 03/06/2006
  21/05/2006 a 27/05/2006
  14/05/2006 a 20/05/2006
  07/05/2006 a 13/05/2006
  30/04/2006 a 06/05/2006
  23/04/2006 a 29/04/2006
  16/04/2006 a 22/04/2006
  09/04/2006 a 15/04/2006
  02/04/2006 a 08/04/2006
  26/03/2006 a 01/04/2006
  19/03/2006 a 25/03/2006
  12/03/2006 a 18/03/2006
  05/03/2006 a 11/03/2006
  26/02/2006 a 04/03/2006
  19/02/2006 a 25/02/2006
  12/02/2006 a 18/02/2006
  05/02/2006 a 11/02/2006
  29/01/2006 a 04/02/2006
  22/01/2006 a 28/01/2006
  15/01/2006 a 21/01/2006
  08/01/2006 a 14/01/2006
  01/01/2006 a 07/01/2006
  25/12/2005 a 31/12/2005
  18/12/2005 a 24/12/2005
  11/12/2005 a 17/12/2005
  04/12/2005 a 10/12/2005
  27/11/2005 a 03/12/2005
  20/11/2005 a 26/11/2005
  13/11/2005 a 19/11/2005
  06/11/2005 a 12/11/2005
  30/10/2005 a 05/11/2005
  23/10/2005 a 29/10/2005
  16/10/2005 a 22/10/2005
  09/10/2005 a 15/10/2005
  02/10/2005 a 08/10/2005
  25/09/2005 a 01/10/2005
  18/09/2005 a 24/09/2005
  11/09/2005 a 17/09/2005
  04/09/2005 a 10/09/2005
  28/08/2005 a 03/09/2005
  21/08/2005 a 27/08/2005
  14/08/2005 a 20/08/2005
  07/08/2005 a 13/08/2005
  31/07/2005 a 06/08/2005
  24/07/2005 a 30/07/2005
  17/07/2005 a 23/07/2005
  10/07/2005 a 16/07/2005
  03/07/2005 a 09/07/2005
  26/06/2005 a 02/07/2005
  19/06/2005 a 25/06/2005
  12/06/2005 a 18/06/2005
  05/06/2005 a 11/06/2005
  29/05/2005 a 04/06/2005
  22/05/2005 a 28/05/2005
  15/05/2005 a 21/05/2005
  08/05/2005 a 14/05/2005
  01/05/2005 a 07/05/2005
  24/04/2005 a 30/04/2005


Outros sites
  Editora do Bispo
  Blog da editora do bispo
  aurora boulevard, uma janela para o melhor da existência
  notasubmersas - mergulho en la isla encantada
  Sorte & Azar S/A
  La liga de la vesga y outros debujos incriibles
  balcan beat box & nikolai gogol bordelo
  Portunhol selvagem és mi pátria y mi lengua
  Doktor Estranho - pense!
  eraOdito, o homi, o mito, o kabrito, vale o escrito
  El Impostor y sus presídios de buelsillo
  jazz do interior by bombig
  sabe aquele cara do cheiro do ralo?
  scottlândia & otros darwinismos gauches
  Bortolotto, uiscão y raiban
Votação
  Dê uma nota para meu blog



O que é isto?