o carapuceiro



O MAIOR PASSO DA HUMANIDADE

Reproduzo ai, a pedidos, croniqueta deste mesmo Carapuceiro publicada em 17 de outubro de 2004: 

Nascimento do Passo, gênio das 70 e tantas mungangas do frevo, que me desculpe; os velhos e bons b-boys, idem ibidem; os mestre dos baques solto e virado que me perdoem; Elvis, pomba-gira da pele branca, negocie; Fred Astaire, qualé, não se revire no desenho pontilhado dos seus respeitáveis sete palmos; funkadeliks forever, Chicago e Belém com as suas aparelhagens, samba, samba, samba, candomblé, os deuses que dançam, a todos o meu respeito e o sangue sem mertiolate dos meus joelhos...

Mas, na boa, o maior passo da humanidade se deu quando o primeiro negro pisou na lua: salve Michael Jackson, um, dois, espírito a três passos do chão, me encoxe, wanna take you on a moonwalk...

Ele vai pagar a vida inteira por ter sido maior que Armstrong e sua gangue, por ter fincado a bandeira da sua tara acima de todos os musicais de todas as tendências... Wanna take you on a magic carpet ride…

Salve os bois bumbás, os tchans, o samba duro, as lias de itamaracás, a ciência sob o calçamento do mangue, a fulerage, a macumba da japonega, mas, peraí, ninguém levitou tão bonito quanto esse rapaz!

Forever my love, you'll be mine. A lua, esse conhaque, o passo da humanidade, comovido com alma perra e carapuça de jabá-pop à vera.

Eu sei, ele perdeu o nariz original como o carinha do barbeiro de Gogol, mas pouco importa, nao o diminui como o primeiro negro a pisar a areia movediça da lua. 

A América nunca vai perdoar o seu primeiro negro mais leve que as folhas das folhas da relva, coitada d´América...

Ninguém, nem o mais mungangueiro dos artistas populares, nem os comedores de vidros, ninguém sob a lona do nosso Soleil, ninguém no farol, ninguém no sinal... Nunca houve um passo tão lindo, ajoelhe e reze sr. Balé clássico, bata palmas, morra de inveja, gaste a arrogância das sapatilhas...

Nunca houve um passo como moonwalk, nunca houve mais linda invasão à lua dos doidos varridos, Michael Jackson nunca caiu nesse agá minúsculo, pra enganar moça, ora direis, de pisar nos astros distraído.

Ele andou palmos acima, seu mar vermelho, tábuas sagradas, Moisés da hora,  por entre as nuvens do auto-engano, por entre os dez mandamentos, a terra é azul.... e ele, marcha à ré,  se move.

Estátua!

Stop.

Parou ele ou parou o pop?



Escrito por xico sá às 12h22
[   ] [ envie esta mensagem ]




MISS CORAÇÕES SOLITÁRIOS ESTÁ ENTRE NÓS

Depois dos mais histéricos pedidos, depois de ameaças de suicídios à base de overdoses de Frontal com Domecq, barbitúricos com Drury´s, depois de roletas russas de grossíssimo calibre e gritos lancinantes à Kim Novak na Golden Gate...

 

Depois de pulsos cortados e vinis furados de Elvis Costello, Roberto das antigas, lupicínicos arranhões da agulha sobre os sulcos das dores mais profundas, Odair José [“mande pelo menos um telegrama/ dizendo que me ama...”, como entoa na madruga o  amigo Bruno Torturra...], Velvet, Nick Cave  e Leonardo Cohen[I can't forget but I don't remember what]...

 

Ufa!

 

Depois de todas as dores de corno que não curam com cachaça, aspirina ou morfina, Miss Corações Solitários, cigana-mor das cólicas andaluzas, bálsamo dos almodovares corazones, pegou o seu helicóptero vermelho-sangue, ao qual se refere apenas como “o colibri rubro a serviço dos deuses”, e aqui se encontra, na redação deste Carapuceiro, a serviço dos molambos e outros farrapos humanos.

 

Primeira cartinha, sem mais delongas:

 

Redentora e fecunda Miss C., não é a primeira nem a última vez que lhe escrevo esses lacrimosos garranchos, provas da minha vida de m... ah, de merda mesmo, pronto, falei o que todo mundo aqui já sabe desde que provei o mingau da inconveniência de haver nascido... Ah, Miss C., não busco mais a cura, preciso apenas de uma resposta, à nível de uma aposta aqui entre as balzacas do bairro dos Aflitos, atrás do campo do Náutico, essa outra desgraça da minha existência!. Gloriosa Miss C., qual a coisa mais difícil dessa vida: 1) Parar de fumar?; 2)parar de beber?; 3)parar de amar? Ansiosa pela sua luz, Madá do MADA.

 

RESPOSTA:

 

Querida consulente, envelhecida em barris de Jerez, eu diria, no auge da minha antologia de ressacas monstras, que parar de beber é a luta mais vã; parar de fumar só quando parar de fuder _o que fazer?, a não ser baforar o king size da desilusão depois da foda meia-boca aqui de casa?; parar de amar? Ah, mulherzinha, esse povo do MADA está a carecer é de um bom tanque de roupa suja ou um corte de cana da Zona da Mata pernambucana, sob o chicote do latifúndio da Casa Grande, essa outra praga que teima em não ser extinta. Mas vamos com calma... Cariño, Miss C. Solitários.



Escrito por xico sá às 03h00
[   ] [ envie esta mensagem ]




DE COMO PERÉIO REPRESENTA A RESISTÊNCIA ETC ETC

Com vocês, Paulo César Campos Velho, vulgo Peréio, gaúcho de Alegrete, ator, poeta e macho. Uma vida de resistência contra a androginia (“Esse camarada se androginou/ a moça deu bola a ele e ele nem ligou!”, ouve-se ao fundo a lírica de Luiz Ayrão) e os desvios demasiadamente humanos da raça.

-Demasiadamente humanos para ti, cronista vagabundo, esse basquete do Nietszche não rola aqui na minha masmorra, corta essa, estoy fuera –manifesta-se o homem, o mito, a lenda viva, o bom animal à espreita.

É isso ai, a mata é virgem porque o vento é fresco, vamos em frente, conosco o Peréio, na mira da bola preta, roda a madeira sobre o giz italiano, buraco do meio, suave como aquela do Miles Davis, caçapa.

-Sabe, amigo, é preciso manter o senso de escrotidão – cutuca, solene como no primeiro Shakespeare. –Não obrigatoriamente com as mulheres, mas com esse garçom, por exemplo, que não chora no meu uísque.

Bola no canto, ele ajeita a manga da camisa cor de rosa, dribla dois fãs chatos no mesmo mosaico, drible curto, seco, de futebol de salão, gênio, fecha um olho como no tiro ao marreco, erra na mira, por pouco, muito pouco, pouco mesmo.

-Chegou mulher bonita começa a dar merda no ambiente –admoesta a diva que flana na área.

Homem que é homem não chama uma moça à atenção, homem que é homem admoesta, mata no peito, desliza na coxa e faz do pito uma tese dramática de catega, jamais uma cantada, tão-somente uma isca para os movimentos futuros.

É o que nos professa o monstro de Alegrete, agora já retomando a sua melhor fase no jogo depois do alumbramento bucetístico.

-E digo mais, meus rapazes, ser amado pode até nos encher a bola, ampliar o orgulho macho etc, acontece, mas não olvidem jamais: toda mulher que ama, porra, se acha no sagrado direito de chutar o teu saco em qualquer calçada, a qualquer hora. E isso não é uma metáfora, porra, homem que é homem não trabalha com metáforas.

Como assim, meu guru, explique a teoria. Antes, porém, peço um uiscao duplo para nós outros.

Peréio cascaveliza o copázio e manda, de prima, no ângulo:

-Certa vez uma ex mandou a porrada nos meus culhões. Ali ainda no solo pátrio, me contorcendo em dores, deblaterei, blasfemei, e quis saber o motivo de tal ira.

Pausa para a chegada de Mário Bortolotto, que desafia o monstro de Alegrete na sinuca, assobia um um blues, e fica de botuca para ouvir as danações em andamento.

-No que a amada se explica, senhores, magnâmica: ´É que eu te amo demais´.

A essa altura, garçons, putas, rufiões, jogadores profissas e umas duas, três moças de bem indagam, em uníssono:

-E ai, o que fizeste, hombre de Diós?

-De chofre, gostaram do ´de chofre?´, admoestei: pois trata de me amar menos, porra! (...)Desse dia em diante, sempre adverti as fêmeas: por favor, me amem menos, cada vez menos, e de lá para cá tenho preservado o meu lindo saco cor de rosa.     



Escrito por xico sá às 15h34
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]




 

Histórico
  17/06/2012 a 23/06/2012
  24/07/2011 a 30/07/2011
  19/12/2010 a 25/12/2010
  28/11/2010 a 04/12/2010
  21/11/2010 a 27/11/2010
  24/10/2010 a 30/10/2010
  17/10/2010 a 23/10/2010
  03/10/2010 a 09/10/2010
  26/09/2010 a 02/10/2010
  29/08/2010 a 04/09/2010
  22/08/2010 a 28/08/2010
  15/08/2010 a 21/08/2010
  08/08/2010 a 14/08/2010
  01/08/2010 a 07/08/2010
  11/07/2010 a 17/07/2010
  04/07/2010 a 10/07/2010
  20/06/2010 a 26/06/2010
  06/06/2010 a 12/06/2010
  30/05/2010 a 05/06/2010
  23/05/2010 a 29/05/2010
  16/05/2010 a 22/05/2010
  09/05/2010 a 15/05/2010
  02/05/2010 a 08/05/2010
  25/04/2010 a 01/05/2010
  11/04/2010 a 17/04/2010
  04/04/2010 a 10/04/2010
  28/03/2010 a 03/04/2010
  21/03/2010 a 27/03/2010
  07/03/2010 a 13/03/2010
  28/02/2010 a 06/03/2010
  21/02/2010 a 27/02/2010
  14/02/2010 a 20/02/2010
  07/02/2010 a 13/02/2010
  31/01/2010 a 06/02/2010
  24/01/2010 a 30/01/2010
  17/01/2010 a 23/01/2010
  13/12/2009 a 19/12/2009
  06/12/2009 a 12/12/2009
  29/11/2009 a 05/12/2009
  22/11/2009 a 28/11/2009
  15/11/2009 a 21/11/2009
  08/11/2009 a 14/11/2009
  01/11/2009 a 07/11/2009
  25/10/2009 a 31/10/2009
  18/10/2009 a 24/10/2009
  11/10/2009 a 17/10/2009
  04/10/2009 a 10/10/2009
  27/09/2009 a 03/10/2009
  20/09/2009 a 26/09/2009
  13/09/2009 a 19/09/2009
  06/09/2009 a 12/09/2009
  30/08/2009 a 05/09/2009
  23/08/2009 a 29/08/2009
  16/08/2009 a 22/08/2009
  09/08/2009 a 15/08/2009
  02/08/2009 a 08/08/2009
  26/07/2009 a 01/08/2009
  19/07/2009 a 25/07/2009
  12/07/2009 a 18/07/2009
  05/07/2009 a 11/07/2009
  28/06/2009 a 04/07/2009
  21/06/2009 a 27/06/2009
  14/06/2009 a 20/06/2009
  07/06/2009 a 13/06/2009
  31/05/2009 a 06/06/2009
  24/05/2009 a 30/05/2009
  17/05/2009 a 23/05/2009
  10/05/2009 a 16/05/2009
  03/05/2009 a 09/05/2009
  26/04/2009 a 02/05/2009
  19/04/2009 a 25/04/2009
  12/04/2009 a 18/04/2009
  05/04/2009 a 11/04/2009
  29/03/2009 a 04/04/2009
  22/03/2009 a 28/03/2009
  15/03/2009 a 21/03/2009
  08/03/2009 a 14/03/2009
  01/03/2009 a 07/03/2009
  22/02/2009 a 28/02/2009
  15/02/2009 a 21/02/2009
  08/02/2009 a 14/02/2009
  01/02/2009 a 07/02/2009
  25/01/2009 a 31/01/2009
  18/01/2009 a 24/01/2009
  11/01/2009 a 17/01/2009
  14/12/2008 a 20/12/2008
  07/12/2008 a 13/12/2008
  30/11/2008 a 06/12/2008
  23/11/2008 a 29/11/2008
  16/11/2008 a 22/11/2008
  09/11/2008 a 15/11/2008
  02/11/2008 a 08/11/2008
  26/10/2008 a 01/11/2008
  19/10/2008 a 25/10/2008
  12/10/2008 a 18/10/2008
  05/10/2008 a 11/10/2008
  28/09/2008 a 04/10/2008
  21/09/2008 a 27/09/2008
  14/09/2008 a 20/09/2008
  07/09/2008 a 13/09/2008
  31/08/2008 a 06/09/2008
  24/08/2008 a 30/08/2008
  17/08/2008 a 23/08/2008
  10/08/2008 a 16/08/2008
  03/08/2008 a 09/08/2008
  27/07/2008 a 02/08/2008
  20/07/2008 a 26/07/2008
  13/07/2008 a 19/07/2008
  06/07/2008 a 12/07/2008
  29/06/2008 a 05/07/2008
  22/06/2008 a 28/06/2008
  15/06/2008 a 21/06/2008
  08/06/2008 a 14/06/2008
  01/06/2008 a 07/06/2008
  25/05/2008 a 31/05/2008
  18/05/2008 a 24/05/2008
  11/05/2008 a 17/05/2008
  04/05/2008 a 10/05/2008
  27/04/2008 a 03/05/2008
  20/04/2008 a 26/04/2008
  13/04/2008 a 19/04/2008
  06/04/2008 a 12/04/2008
  30/03/2008 a 05/04/2008
  23/03/2008 a 29/03/2008
  16/03/2008 a 22/03/2008
  09/03/2008 a 15/03/2008
  02/03/2008 a 08/03/2008
  24/02/2008 a 01/03/2008
  17/02/2008 a 23/02/2008
  10/02/2008 a 16/02/2008
  03/02/2008 a 09/02/2008
  27/01/2008 a 02/02/2008
  20/01/2008 a 26/01/2008
  13/01/2008 a 19/01/2008
  06/01/2008 a 12/01/2008
  16/12/2007 a 22/12/2007
  09/12/2007 a 15/12/2007
  02/12/2007 a 08/12/2007
  25/11/2007 a 01/12/2007
  18/11/2007 a 24/11/2007
  11/11/2007 a 17/11/2007
  04/11/2007 a 10/11/2007
  28/10/2007 a 03/11/2007
  21/10/2007 a 27/10/2007
  14/10/2007 a 20/10/2007
  07/10/2007 a 13/10/2007
  30/09/2007 a 06/10/2007
  23/09/2007 a 29/09/2007
  16/09/2007 a 22/09/2007
  09/09/2007 a 15/09/2007
  02/09/2007 a 08/09/2007
  26/08/2007 a 01/09/2007
  19/08/2007 a 25/08/2007
  12/08/2007 a 18/08/2007
  05/08/2007 a 11/08/2007
  29/07/2007 a 04/08/2007
  22/07/2007 a 28/07/2007
  15/07/2007 a 21/07/2007
  08/07/2007 a 14/07/2007
  01/07/2007 a 07/07/2007
  24/06/2007 a 30/06/2007
  17/06/2007 a 23/06/2007
  10/06/2007 a 16/06/2007
  03/06/2007 a 09/06/2007
  27/05/2007 a 02/06/2007
  20/05/2007 a 26/05/2007
  13/05/2007 a 19/05/2007
  06/05/2007 a 12/05/2007
  29/04/2007 a 05/05/2007
  22/04/2007 a 28/04/2007
  15/04/2007 a 21/04/2007
  08/04/2007 a 14/04/2007
  01/04/2007 a 07/04/2007
  25/03/2007 a 31/03/2007
  18/03/2007 a 24/03/2007
  11/03/2007 a 17/03/2007
  04/03/2007 a 10/03/2007
  25/02/2007 a 03/03/2007
  18/02/2007 a 24/02/2007
  11/02/2007 a 17/02/2007
  04/02/2007 a 10/02/2007
  28/01/2007 a 03/02/2007
  21/01/2007 a 27/01/2007
  14/01/2007 a 20/01/2007
  07/01/2007 a 13/01/2007
  31/12/2006 a 06/01/2007
  17/12/2006 a 23/12/2006
  10/12/2006 a 16/12/2006
  03/12/2006 a 09/12/2006
  26/11/2006 a 02/12/2006
  19/11/2006 a 25/11/2006
  12/11/2006 a 18/11/2006
  05/11/2006 a 11/11/2006
  29/10/2006 a 04/11/2006
  22/10/2006 a 28/10/2006
  15/10/2006 a 21/10/2006
  08/10/2006 a 14/10/2006
  01/10/2006 a 07/10/2006
  24/09/2006 a 30/09/2006
  17/09/2006 a 23/09/2006
  10/09/2006 a 16/09/2006
  03/09/2006 a 09/09/2006
  27/08/2006 a 02/09/2006
  20/08/2006 a 26/08/2006
  13/08/2006 a 19/08/2006
  06/08/2006 a 12/08/2006
  30/07/2006 a 05/08/2006
  23/07/2006 a 29/07/2006
  16/07/2006 a 22/07/2006
  09/07/2006 a 15/07/2006
  02/07/2006 a 08/07/2006
  25/06/2006 a 01/07/2006
  18/06/2006 a 24/06/2006
  11/06/2006 a 17/06/2006
  04/06/2006 a 10/06/2006
  28/05/2006 a 03/06/2006
  21/05/2006 a 27/05/2006
  14/05/2006 a 20/05/2006
  07/05/2006 a 13/05/2006
  30/04/2006 a 06/05/2006
  23/04/2006 a 29/04/2006
  16/04/2006 a 22/04/2006
  09/04/2006 a 15/04/2006
  02/04/2006 a 08/04/2006
  26/03/2006 a 01/04/2006
  19/03/2006 a 25/03/2006
  12/03/2006 a 18/03/2006
  05/03/2006 a 11/03/2006
  26/02/2006 a 04/03/2006
  19/02/2006 a 25/02/2006
  12/02/2006 a 18/02/2006
  05/02/2006 a 11/02/2006
  29/01/2006 a 04/02/2006
  22/01/2006 a 28/01/2006
  15/01/2006 a 21/01/2006
  08/01/2006 a 14/01/2006
  01/01/2006 a 07/01/2006
  25/12/2005 a 31/12/2005
  18/12/2005 a 24/12/2005
  11/12/2005 a 17/12/2005
  04/12/2005 a 10/12/2005
  27/11/2005 a 03/12/2005
  20/11/2005 a 26/11/2005
  13/11/2005 a 19/11/2005
  06/11/2005 a 12/11/2005
  30/10/2005 a 05/11/2005
  23/10/2005 a 29/10/2005
  16/10/2005 a 22/10/2005
  09/10/2005 a 15/10/2005
  02/10/2005 a 08/10/2005
  25/09/2005 a 01/10/2005
  18/09/2005 a 24/09/2005
  11/09/2005 a 17/09/2005
  04/09/2005 a 10/09/2005
  28/08/2005 a 03/09/2005
  21/08/2005 a 27/08/2005
  14/08/2005 a 20/08/2005
  07/08/2005 a 13/08/2005
  31/07/2005 a 06/08/2005
  24/07/2005 a 30/07/2005
  17/07/2005 a 23/07/2005
  10/07/2005 a 16/07/2005
  03/07/2005 a 09/07/2005
  26/06/2005 a 02/07/2005
  19/06/2005 a 25/06/2005
  12/06/2005 a 18/06/2005
  05/06/2005 a 11/06/2005
  29/05/2005 a 04/06/2005
  22/05/2005 a 28/05/2005
  15/05/2005 a 21/05/2005
  08/05/2005 a 14/05/2005
  01/05/2005 a 07/05/2005
  24/04/2005 a 30/04/2005


Outros sites
  Editora do Bispo
  Blog da editora do bispo
  aurora boulevard, uma janela para o melhor da existência
  notasubmersas - mergulho en la isla encantada
  Sorte & Azar S/A
  La liga de la vesga y outros debujos incriibles
  balcan beat box & nikolai gogol bordelo
  Portunhol selvagem és mi pátria y mi lengua
  Doktor Estranho - pense!
  eraOdito, o homi, o mito, o kabrito, vale o escrito
  El Impostor y sus presídios de buelsillo
  jazz do interior by bombig
  sabe aquele cara do cheiro do ralo?
  scottlândia & otros darwinismos gauches
  Bortolotto, uiscão y raiban
Votação
  Dê uma nota para meu blog



O que é isto?